Expodireto abre com otimismo

Ministro afirma que Conab tentará viabilizar armazenagem de grãos de estoques públicos por pessoas físicas

Mendes Ribeiro Filho (D) destacou plano nacional para a agricultura<br /><b>Crédito: </b> vinícius roratto

Mendes Ribeiro Filho (D) destacou plano nacional para a agricultura
Crédito: vinícius roratto

Oclima de otimismo dominou a abertura oficial da 13 Expodireto, ontem, em Não-Me-Toque. Apesar de o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, não ter trazido novidades sobre seguro agrícola, ou renegociação de dívidas, confirmou que a Conab já iniciou levantamentos para viabilizar o credenciamento de pessoas físicas para armazenar grãos do governo federal. Ele acrescentou que as mudanças legais necessárias para isso estão em avaliação no Ministério da Agricultura (Mapa).
Pedida por Fetag, Farsul e Federarroz, a medida deve agilizar o andamento dos mecanismos de comercialização adotados pelo governo, abrindo mais possibilidades de locais para armazenagem dos grãos. O presidente da Farsul, Carlos Sperotto, ficou satisfeito com o anúncio de que os pleitos estão tendo andamento. "Pedimos isso há uma semana na abertura da colheita do arroz e o ministro já nos deu retorno." No entanto, a intenção não agradou ao presidente da Fecoagro, Rui Polidoro Pinto. Para ele, esse tipo de credenciamento traz risco técnico e de controle. O presidente da Ocergs, Vergíio Périus, acredita que a mudança será um "tiro no pé". Segundo ele, as cooperativas têm por safra, pelo menos, 10% da capacidade ociosa devido a falta de logística e de incentivo para manutenção dos armazéns.
O presidente da Cotrijal, Nei Mânica, aproveitou a ocasião para fazer pedidos ao ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho. Um deles é que não falte recurso para custeio. O outro é que os governos federal e estadual desburocratizem a questão ambiental para explorar melhor a irrigação. Nem tudo teve resposta. Mas a intenção de construir mais um pavilhão para a agricultura familiar obteve apoio do ministro Mendes. "Vamos fazer o pavilhão porque a agricultura é dos pequenos, dos médios e dos grandes", disse ele, repetindo a promessa feita na última Expointer de também apoiar a agricultura familiar com novo espaço.
Mendes ainda afirmou que uma política brasileira para o agronegócio está sendo formulada para atender as necessidades de armazenagem e de abastecimento. Questões essas que, assim como a ampliação do seguro agrícola, estão sendo desenvolvidas pelo governo, assegurou.

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.