Estudos sobre mistura de etanol serão concluídos em três meses

Divulgação

Os estudos técnicos que vão definir o aumento do percentual de mistura de etanol anidro na gasolina vendida no país deverão ser concluídos em três meses, afirmou ontem o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão. Atualmente a mistura é de 25% e havia no mercado uma expectativa de que a elevação, provavelmente para 27,5%, pudesse ser definida na reunião de ontem do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), em Brasília.

Em parte por conta dessa expectativa, as ações PN da estatal Petrobras chegaram a subir mais de 3% ontem na BM&FBovespa. Depois da declaração de Lobão, os papéis entraram em rota descendente e fecharam em queda de 3,6%, de acordo com o Valor Data.

"Um aumento da mistura de etanol da gasolina representaria um alívio no caixa da Petrobras", lembrou o chefe de análise da CM Capital Markets, Marco Aurélio Barbosa. "Hoje, a Petrobras é obrigada a importar gasolina para atender a toda a demanda nacional pelo combustível. Com mais etanol na mistura, o volume importado seria reduzido", disse.

Se ainda não há uma definição sobre o aumento no Brasil, na Índia o percentual de mistura do etanol na gasolina subirá de 5% para 10%, conforme informações do governo do país relatadas pela agência Dow Jones Newswires.

Mas, nesse caso, o motivo é diferente. Com a alteração prometida, o objetivo é oferecer apoio às usinas indianas. E foi a segunda medida anunciada em dois dias nesse sentido. Como informou o Valor, na segunda-feira Mumbai anunciou que haverá uma elevação da tarifa incidente sobre as importações de açúcar de 15% para 40%. Na Índia, o preço da cana é definido pelo governo, mas açúcar e etanol acompanham as oscilações do mercado.

© 2000 – 2014. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3592892/estudos-sobre-mistura-de-etanol-serao-concluidos-em-tres-meses#ixzz35ebTGdbh

Fonte: Valor | Por Rafael Bitencourt, Andrea Jubé, Téo Takar e Fernando Lopes | De Brasília e São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *