Estudo vai mapear 30 milhões de hectares com potencial para irrigação no Brasil

Pesquisa servirá de base para apontar indicadores, metas e prioridades para a agricultura irrigada

Pedro Silvestre

Foto: Pedro Silvestre

Previsão é de que Ceará, Bahia, Espírito Santo e Pernambuco sejam os próximos a receberem a visita dos técnicos

Um estudo coordenado pela Secretaria Nacional de Irrigação (Senir), do Ministério da Integração Nacional, vai mapear cerca de 30 milhões de hectares com potencial para irrigação no Brasil. O estudo Tendências e Oportunidades da Agricultura Irrigada no Brasil já mapeou áreas em Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo. A previsão é de que Ceará, Bahia, Espírito Santo e Pernambuco sejam os próximos a receberem a visita dos técnicos.

– Em parceria com os Estados, ouvimos as instituições, fazemos o diagnóstico da bacia e criamos um formulário. Ou seja, colhemos um conjunto de informações que nos permitem realizar um planejamento na bacia – explicou o secretário de Irrigação, Miguel Ivan.

Segundo ele, um dos ganhos dessa estratégia é fazer o acerto com a sociedade. Agora, quem define a política do governo federal é a população, diz. O estudo servirá de base para o Plano Diretor Nacional de Irrigação, que apontará indicadores, metas e prioridades para a agricultura irrigada.

O Ministério da Integração cita dados do último Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2006, que aponta potencial para o uso da agricultura irrigada por região. O Norte possui 14,6 milhões de hectares em condições para desenvolver atividades agropecuárias com a utilização de técnicas de irrigação. No Centro-Oeste são 4,9 milhões de hectares disponíveis; no Sul são 4,5 milhões; no Sudeste 4,2 milhões – Sudeste; e no Nordeste são 1,3 milhão de hectares.

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *