Estoque de soja cai mais que o esperado e provoca alta em Chicago

No relatório mensal sobre oferta e demanda, Departamento de Agricultura dos Estados Unidos prevê queda por duas safras

por Luciana Franco

 Shutterstock

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (Usda) divulgou nesta quinta-feira (10/5) o relatório mensal sobre oferta e demanda de grãos e o destaque ficou para asoja. Segundo o departamento, haverá redução dos estoques finais do grão tanto para a safra 2011/2012 quanto para o período 2012/2013, o que provocou forte alta nos preços daoleaginosa na bolsa de Chicago.
Para a safra 2011/2012, os estoques finais foram reajustados de 6,8 milhões para 5,72 milhões de toneladas, uma queda de 16%. O volume ficou abaixo do que era esperado pelo mercado, que projetava 6 milhões de toneladas. A queda dos estoques finais reflete a retração das safras brasileira, argentina e norte-americana. Nos Estados Unidos a produção está estimada em 83,17 milhões de toneladas.

América do Sul

Quanto às perdas na América do Sul, a produção brasileira foi reduzida 66 milhões para 65 milhões de toneladas. Na Argentina a estimativa para a colheita foi reduzida de 45 milhões para 42,5 milhões de toneladas.
O Departamento divulgou também os primeiros números para a temporada 2012/2013. Os estoques finais estão projetados em 3,95 milhões de toneladas, abaixo da previsão do mercado, de 4,6 milhões de toneladas. Para este período a safra brasileira está projetada em 78 milhões de toneladas, com aumento de 13 milhões de toneladas sobre 2011/2012.
A Argentina deve colher 55 milhões de toneladas, 12,5 milhões de toneladas a mais que produção atual e os Estados Unidos devem somar 97 milhões de toneladas, volumes que vão contribuir para uma safra mundial de 271,4 milhões de toneladas de soja em 2012/2013, uma alta de 15% sobre a safra de 2011/2012, mas que não será suficiente para repor os estoques finais, que permanecerão em queda.

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *