Estado se aproxima do final de uma colheita de soja recorde

Com previsão de safra de 20,2 milhões de toneladas, RS nunca havia superado as 19 milhões de toneladas

O Rio Grande do Sul acelera a colheita da soja nos próximos 10 dias, especialmente, e se aproxima de um novo recorde de produção caso o clima siga favorável.

Essa perspectiva vem sendo reforçada desde fevereiro, e agora o risco de não alcançá-la é muito pequeno, de acordo com a Emater.

O órgão divulgou nesta quinta-feira (25) os dados da Safra de Verão 2020/2021.

Depois de semear uma área igualmente histórica de 6,075 milhões de hectares (1,56% acima do ciclo passado), o Rio Grande do Sul poderá colher 20,2 milhões de toneladas do grão. Até 2021, o Estado nunca havia superado as 19 milhões de toneladas, de acordo com Alencar Rugeri, diretor técnico da Emater. O ganho veio mesmo do aumento da área plantada, já que a produtividade não chegou a superar o recorde da safra 2016/2017, quando alcançou 3,385 mil quilos hectare – acima, portanto, dos 3.326 previstos para encerrar 2021.

"No momento, temos cerca de 50% da área colhida, mas não vejo riscos climáticos que possam afetar a produção a ponto de não atingirmos o recorde de mais de 20 milhões de toneladas", diz Rugeri.

O diretor técnico estima que nos próximos dez dias sejam colhidos 30% da área ainda com o grão na terra e já maduro – o que equivale a 1,8 milhão de hectares até o início de abril. "O Rio Grande do Sul tem capacidade de máquinas para fazer isso de forma rápida. E por isso, também, o fluxo de caminhões carregados com o grão vai aumentar consideravelmente nas estradas nos próximos dias", acrescenta Rugeri. Com uma produção de 24,6 mi de toneladas, sem contar o arroz, que terá os números divulgados separadamente pelo Irga. Somando milho, soja e feijão, o Rio Grande do Sul vai colher nesta safra 59,24% a mais do que na safra anterior, mais afetada pela estiagem. A soja, por exemplo, por conta do déficit hídrico maior em no ciclo 2019/2020, teve um incremento na produção de 80,02%, passando de 11,2 milhões de toneladas para 20,2 milhões de toneladas.

A estimativa de colheita grãos de verão Soja • Área: 6 milhões ha (+1,56%) • Produção: 20,20 milhões ton (+80,02%) • Produtividade: 3,32 ton/ha (+76,63%) Milho Grão • Área: 796,2 mil ha (+5,9%) • Produção: 4,32 milhões ton (+4,16%) • Produtividade: 5,43 ton/ha (-2,97%) Feijãosafra • Área: 37,4 mil ha (+1,23%) • Produção: 51,5 mil ton (-4,87%) • Produtividade: 1,37 ton/ha (-6,34%) Feijãosafra • Área: 23,4 mil ha (+0,82%) • Produção: 31,5 mil ton (+19,80%) • Produtividade: 1,34 ton/ha (+ 14,1%) Milho Silagem • Área: 351,8 mil hectares (-0,66%) • Produção: 9,82 milhões ton (+8,84%) • Produtividade: 27,9 ton/ha (+9,33%)

Fonte: Jornal do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *