Estado prorroga vencimento de programa de sementes enquanto estuda anistia

Solicitação para que governo assuma a parte dos produtores no Troca-Troca de Milho 2019/2020 foi feita em razão da estiagem e depende de recursos

Omar Freitas / Agencia RBS
Programa subvenciona 28% na compra de sementes de milho e sorgo por produtores da agricultura familiar do EstadoOmar Freitas / Agencia RBS

Programa do governo do Estado de subsídio a produtores familiares na compra de sacas de sementes, o Troca-Troca de  Milho e Sorgo da safra 2019/2020 teve o vencimento novamente prorrogado. O novo prazo é 10 de junho, quando o produtor tem de pagar a sua parte. Em março o Piratini já havia espichado o prazo, de 30 de abril para 31 de maio. Mas o que o agricultor espera mesmo é uma resposta ao pedido de anistia a esse valor, em razão das perdas causadas pela estiagem.

O assunto está sob avaliação conjunta de Casa Civil, Agricultura e Fazenda. A quantia em aberto soma R$ 17,3 milhões. Como as dificuldades de caixa do Estado são conhecidas, a alternativa para não comprometer o próximo ciclo do programa seria remanejar orçamento. Ou fazer rebate sobre o valor a ser pago pelo produtor.

– Esperamos que até amanhã (quinta-feira), possam apresentar a proposta da anistia, em cima do nosso pedido. Essa é a sinalização da Secretaria da Agricultura, com quem temos conversado praticamente todo dia – afirma Carlos Joel da Silva, presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do RS (Fetag).

A entidade apresentou a proposta em reunião, no último dia 11, com o titular da Agricultura, Covatti Filho, o chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, e os deputados Elton Weber, Edson Brum (MDB) e Frederico Antunes (PP).

– A prorrogação (do vencimento) é para a Fazenda aprovar, para se chegar em um valor para anistiar ou colocar em cima do troca-troca – afirma Covatti Filho.

Enquanto a solução não  sai, o produtor mantém a preocupação, em face da consolidação das perdas. Também aguarda resposta da União para a reivindicação entregue em março, junto com outras, de criação do bolsa-estiagem. 

27/05/2020 – 20h14minAtualizada em 27/05/2020 – 20h14min

GISELE LOEBLEIN

Fonte: Zero Hora