ESTADÃO – Colheita de soja atinge 16% da área plantada no Brasil, diz AgRural

Consultoria estima que a produção no país deve atingir recorde de 123,9 milhões de toneladas

A colheita da safra de soja 2019/20 alcançou 16% da área cultivada no Brasil, de acordo com levantamento da consultoria AgRural. O número representa atraso ante igual período do ano passado, quando a colheita estava em 26% da área, mas supera a média de cinco anos. Na comparação semanal, a área colhida avançou sete pontos porcentuais.

A consultoria estima que a produção de soja do país na safra 2019/20 deve atingir recorde de 123,9 milhões de toneladas. "Os produtores têm conseguido colher nos intervalos das chuvas e, por enquanto, não há problemas significativos de excesso de umidade ou perda de qualidade", informa a AgRural em comunicado divulgado nesta segunda-feira (10/2).

A consultoria afirma também que os relatos de produtividade seguem em linha ou acima da expectativa dos produtores. Nos Estados que tiveram atraso no plantio, a AGRural ressalta que a colheita começou a acelerar em Goiás. Nos demais, os trabalhos de campo seguem em ritmo lento em virtude às chuvas ocorridas em algumas áreas.

"Mas essas precipitações são bem-vindas para a soja que ainda está enchendo grãos e reforçam a expectativa de grande safra neste ciclo 2019/20", informa a consultoria. No relatório, a AgRural também destaca que o Rio Grande do Sul, onde a colheita começa somente em março, ainda inspira cuidados devido à estiagem.

Mato Grosso

A colheita de soja em Mato Grosso atingiu 44,51% da área plantada até sexta-feira (7/2), conforme o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea). O avanço ante a semana anterior foi de 17,83 pontos porcentuais. Os trabalhos seguem com atraso ante igual período de 2019 (53,23%), mas adiantados em relação à média de cinco anos (31,76%).

Quanto ao milho safrinha, 38,94% da área prevista foi semeada até sexta-feira, ante 21,98% na semana anterior. Nesse caso, o plantio também está atrasado em relação a igual período de 2019 (52,16%) e à frente da média de cinco anos (35,03%).

A semeadura do algodão atingiu 98,24% da área prevista, avanço semanal de 14,95 pontos porcentuais. Os trabalhos têm leve atraso ante 2019 (98,51%), mas estão adiantados na comparação com a média de cinco anos (95,47%).

ESTADÃO CONTEÚDO

Fonte : Globo Rural