Espada suspensa

Difícil fazer qualquer prognóstico sobre a possível votação do Código Florestal nesta semana. A votação já foi adiada tantas vezes que um novo adiamento não seria nenhuma surpresa. Tudo pode acontecer. Até mesmo o código ser votado. A Câmara deveria votar sem alterações o texto formulado pelos senadores. Afinal, a bancada ruralista participou ativamente da lapidação do texto no Senado. Esperava-se que o texto devolvido à Câmara fosse do agrado dos deputados. Não é. Alguns querem manter pontos aprovados anteriormente pela Câmara. Isso faz o jogo retroceder à estaca zero. Ora, todo mundo sabe que não haverá consenso em um assunto tão polêmico. O importante é que algum texto seja votado. Mesmo que tenha de ser modificado mais tarde. Como lei ordinária, pode ser alterada a qualquer momento, depois da sanção presidencial. O que não pode é o imbróglio do código paralisar a pauta do Congresso e manter uma espada suspensa sobre a cabeça dos produtores rurais.

Fonte: Zero Hora | OLHAR DO CAMPO | Irineu Guarnier Filho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.