Entidades do setor agropecuário apoiam ação da CNA pelo impeachment

 

Brasília (14/04/2016) – A decisão da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) de defender o impeachment da presidente Dilma Rousseff foi referendada pelas mais importantes entidades do setor agropecuário, em reunião nesta quarta-feira (13/4), em Brasília. No encontro, o presidente da Confederação, João Martins, discutiu com representantes das 12 instituições o momento político do país e ouviu dos participantes a preocupação com o atual cenário, o que fez com que as lideranças declarassem o apoio à manifestação da CNA.

João Martins propôs, também, a participação das entidades em um grande pacto para a reconstrução da economia brasileira. A ideia é que, consolidado o pedido de afastamento pelo Congresso Nacional, as instituições atuem conjuntamente com o objetivo de construir propostas para a retomada da normalidade econômica. Na semana passada, Martins defendeu um pacto nacional voltado para esta finalidade. Essa opinião foi compartilhada de forma unânime pelos representantes das entidades que estiveram no encontro.

Ele também falou das ações de mobilização do movimento “Vamos Tirar o Brasil da Lama”, que trará a Brasília milhares de produtores rurais de todo o País para participar das manifestações e acompanhar a votação do impeachment na Câmara dos Deputados no próximo domingo (17/4). Na avaliação da CNA, fatores como a desestabilização da economia, inflação, desemprego, queda de rentabilidade e do poder aquisitivo e a incitação à violência no campo, com invasão de propriedades, exigem de toda a sociedade uma postura mais firme pelo afastamento da presidente.

Participaram do encontro as seguintes entidades: Associação Brasileira de Angus (ABA); Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ); Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec); Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo); Associação Brasileira de Produtores e Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas); Associação Brasileira dos Produtores de Milho (Abramilho); Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa); Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB); Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil); Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB); Sociedade Nacional da Agricultura (SNA) e Sociedade Rural Brasileira (SRB).

Assessoria de Comunicação CNA

Fonte : Canal do Produtor