Entidades consideram suspensão de uso do 2,4-D “inócua”

Entidades consideram suspensão de uso do 2,4-D “inócua”Dirigentes avaliam que medida ocorre com 90% da área prevista já plantada | Foto: Arthur Puls / CP Memória

Entidades como a Farsul e a Aprosoja/RS consideram a suspensão do uso do agrotóxico 2,4-D praticamente inócua. O presidente da Aprosoja, Luis Fernando Fucks, lembra que o plantio da soja se encerra no dia 20 de dezembro e que, no momento, já chegou a 90% da área prevista. Ele questiona, entretanto, a validade das análises que deram positivas para a deriva, especialmente por não haver uma base de comparação dos efeitos com o ano passado.

Domingos Velho, vice-presidente da Farsul, também acredita que a suspensão terá pouco ou nenhum efeito, mas reitera que a entidade é contrária à proibição de produtos registrados no país e continuará lutando para que o 2,4-D seja utilizado dentro da legalidade.

Leia mais no Correio do Povo

por Equipe do Site

Fonte : Felipevieira.com