ENDIVIDAMENTO AGRÍCOLA

(Comentário do Dr. Ricardo Alfonsin para o Canal Rural – De 15/04/2010)

Na semana passada, a Conab divulgou 36 buy generic drugs hour cialis previsão de uma safra recorde para o Brasil. Tanto a Conab como o IBGE fecharam nos mesmos números, ou seja, 146 milhões de toneladas de grãos que o Brasil colherá na safra 2009/2010. É uma coisa fantástica se considerarmos que há quinze anos atrás o Brasil estava colhendo 80 milhões de toneladas. Nos temos quase o dobro, país nenhum conseguiria fazer este incremento na produção em tão pouco tempo. Mas a preocupação que resta é com o fechamento deste número. Depois da safra colhida, os produtores começam a fechar a conta com a sua produção e o valor do produto está muito baixo, em geral, todos os produtos estão com preços bastante defasados, especialmente a soja, em função de uma grande produção mundial. Considerando os compromissos que o produtor rural tem pela frente, de renegociações de dívidas, de acertos que foram firmados ao longo destes anos, este esta vendo que não conseguirá alcançar o pagamento de todo este volume e isto traz uma extrema frustração de um lado e preocupação de outro porque, embora este recorde tão alardeado em todo o país pela mídia, mais uma vez o resultado da safra não irá para o bolso do produtor e sim para o famoso agronegócio brasileiro. É necessário que haja, e já começa a acontecer um grande movimento em cima disto, uma nova modalidade de acerto destas contas, caso contrário, o Brasil futuramente não terá como continuar crescendo da forma que vem crescendo na sua produção. Precisamos que o governo seja sensível e modifique esta legislação de curto prazo para buscar a solução ao endividamento agrícola de todo o país.