Empresas de energia solar em concordata

Fonte:  Valor | Por Daniela Chiaretti | De São Paulo

A crise econômica e a redução de preços forçada pelos fabricantes chineses seriam as principais razões para os pedidos de concordata feitos nos EUA nas últimas semanas por três empresas de painéis fotovoltaicos – usados para produzir energia solar. De 2009 até hoje, os preços dos painéis solares no mundo caíram 40%, puxados pelo aumento da capacidade de produção na China, diz Christopher Flavin, especialista em energias renováveis. Empresas emergentes de alta tecnologia, mas pouco capitalizadas, a Evergreen Solar e a SpectraWatt não aguentaram a pressão. A terceira, Solyndra, havia recebido ajuda governamental de US$ 535 milhões em empréstimos garantidos pelo Departamento de Energia.

ASSUNTOSRELACIONADOS
Geração solar em fase de definição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *