Emendas na mira dos cortes no ministério

Com um contingenciamento de R$ 1,4 bilhão, quase metade de seu orçamento em 2013 (R$ 3,1 bilhões), o Ministério da Agricultura aguarda a publicação das áreas atingidas até quarta-feira no "Diário Oficial da União". O Valor apurou que a maior parte dos recursos contingenciados, mais de R$ 1 bilhão, será de emendas parlamentares.

A Pasta viveu um problema semelhante em 2011. Naquele ano, houve um corte de 51% de seu orçamento. Apesar de o então ministro Wagner Rossi afirmar que as áreas mais sensíveis, como defesa agropecuária e pesquisas da Embrapa, seriam preservadas, isso não aconteceu.

Uma fonte do Ministério da Agricultura garantiu que a defesa agropecuária não será atingida pelo atual contingenciamento dos recursos. Em 2011, fiscais agropecuários relataram que havia falta de recursos para passagens e diárias durante as fiscalizações que buscavam impedir que um foco de febre aftosa confirmado no Paraguai tivesse reflexos sobre o rebanho nacional.

A Embrapa também sofreu um contingenciamento de cerca de R$ 60 milhões em 2011 e também pode sofrer com cortes este ano.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3140818/emendas-na-mira-dos-cortes-no-ministerio#ixzz2UarBoz3K

Fonte: Valor | Por Tarso Veloso | De Brasília

Compartilhe!