Embarques de milho voltaram a crescer em outubro, diz Anec

O movimento sazonal de substituição de soja por milho nos portos brasileiros teve prosseguimento em outubro, de acordo com a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec).

Conforme levantamento recém-concluído pela entidade, os embarques da oleaginosa somaram 2 milhões de toneladas no mês passado, 33,2% menos que em setembro. Essa retração já era esperada, tendo em vista o acelerado ritmo das exportações nos meses anteriores, mas, mesmo assim o volume registrado foi quase quatro vezes superior ao de outubro de 2014 e bateu um novo recorde histórico para o mês.

Com isso, no acumulado do ano as exportações, que já haviam batido um novo recorde anual, passaram a somar 50,9 milhões de toneladas. No período, a principal porta de saída do grão brasileiro foi o porto de Santos, com 12,2 milhões de toneladas, 2,7% menos que em igual período de 2014. Apesar das diferenças de metodologia, dados divulgados ontem pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex/Mdic) confirmaram a mesma tendência.

Na contramão, os embarques brasileiros de milho continuam em ascensão. Conforme a Anec, foram praticamente 5 milhões de toneladas em outubro, volume 7,6% superior ao de setembro e 44% mais que em outubro de 2014. Nos primeiros dez meses de 2015, com isso, as exportações alcançaram quase 20 milhões de toneladas. A Anec espera que em todo o ano os embarques superem 30 milhões de toneladas e batam recorde.

Por Fernando Lopes | De São Paulo
Fonte : Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *