EM MATO GROSSO – Custo de produção da segunda safra de milho deve subir quase 9%

O Imea ressalta que os principais fatores da alta se deram, principalmente, pelo avanço dos preços e utilização de fertilizantes

preços do milhoFoto: Sistema Famasul

A segunda safra de milho em Mato Grosso deve começar com custos mais altos. Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), o cereal de alta tecnologia deverá ter um custo operacional de R$ 2.627,20 por hectare, o que representa um aumento de 8,8% em relação ao custo consolidado da temporada 2018/2019.

A entidade explica que os principais fatores da alta se deram, principalmente, pelo avanço dos preços e utilização de fertilizantes ante o que foi visto no ano passado.

O Imea lembra ainda que é importante salientar que nas propriedades modais é aguardado um aumento da produtividade em 8,5% para a alta tecnologia neste novo ano agrícola, estimada em 121,5 sacas por hectare.

Considerando tal rendimento e um custo variável de R$ 2.353,2 por hectare, o ponto de equilíbrio da nova safra passa a ser de R$ 19,4 por saca, ou seja, 0,8% abaixo ao da safra anterior.

No entanto, mesmo com um ponto de equilíbrio menor para a próxima safra neste momento, as indefinições quanto à produtividade e o aumento dos custos exigem atenção do produtor do estado.

Por Canal Rural

Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *