Em 2013, valor da produção alcançou R$ 430 bilhões

O Valor Bruto da Produção (VBP) agropecuária brasileira somou R$ 430 bilhões no ano passado, crescimento de 11,3% na comparação com o VBP de 2013, conforme levantamento divulgado ontem pelo Ministério da Agricultura. Desse total, 66,5% ou R$ 286 bilhões se referem à produção agrícola. No período, a pecuária foi responsável por cerca de R$ 145 bilhões. Para 2014, a Pasta projeta um VBP de R$ 462,4 bilhões, incremento de 7,5%.

De acordo com o ministério, o VBP agrícola registrou crescimento de 11% no ano passado. Carro-chefe do agronegócio brasileiro, a soja contribuiu com R$ 89,1 bilhões, o equivalente a 31,1% do VBP agrícola. Além disso, o valor da produção da oleaginosa cresceu 25% ante 2012. O aumento do VBP da soja refletem recuperação da safra em 2013, após a seca que provocou importante quebra da safra no ano anterior, e os preços ainda em patamares elevados.

Segunda cultura agrícola mais importante, a cana-de-açúcar teve um VBP de R$ 48,8 bilhões no ano passado, alta de 7,1%. O milho, por seu turno, registrou alta de 5,2%, a R$ 36,2 bilhões – as duas culturas foram impulsionadas pelo aumento da colheita. O ministério destacou, ainda, os avanços dos VBPs de tomate (88,9%), batata (47,6%), trigo (33,9%), laranja (31,5%) e mandioca (20,2%).

Do lado da pecuária, o valor da produção aumentou 11,7% no ano passado. Conforme o ministério, essa alta foi puxada pelos segmentos de carne de frango e carne bovina, que viram seus respectivos VBPs aumentaram 23,9% e 3,9%, para R$ 49,2 bilhões e R$ 51,1 bilhões.

© 2000 – 2014. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3395686/em-2013-valor-da-producao-alcancou-r-430-bilhoes#ixzz2qTDDSDKe

Fonte: Valor | Por Luiz Henrique Mendes | De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *