ELEIÇÕES 2020 – Sebastião Melo é eleito para prefeito de Porto Alegre

Sebastião Melo já foi vice-prefeito de Porto Alegre e vai comandar a cidade entre 2021 e 2024

Sebastião Melo já foi vice-prefeito de Porto Alegre e vai comandar a cidade entre 2021 e 2024

MATEUS RAUGUST/DIVULGAÇÃO/JC

Marcus Meneghetti

O candidato do MDB Sebastião Melo será o próximo prefeito de Porto Alegre. Com 100% das seções apuradas, o candidato, que já foi vice-prefeito da cidade, confirma sua eleição. Melo teve 54,63% dos votos, somando 370.550 votos. 

Ao deixar sua residência em direção a um hotel na área central da Capital, onde se encontraria com apoiadores, Melo disse: "Muito obrigado, Porto Alegre". Antes de chegar, um grupo de manifestantes que o esperava em frente ao Ritter Hotel gritava: "fora Manuela, Porto Alegre não vai ser Venezuela".

Antes da conclusão da apuração, a adversária Manuela d’Ávila se manifestou admitindo a  derrota, por volta das 18h45min. "Desejo boa sorte para o meu adversário". Manuela fez 45,37% dos votos ou 307.745 votos.

"Tivemos problemas, sim, na reta final do segundo turno. Mas quero deixar o meu reconhecimento à minha adversária, que foi legítima ao segundo turno", declarou Melo, para Manuela, ao falar pela primeira vez no hotel na comemoração do resultado.

Entre os apoiadores estavam, o deputado federal Carlos Marun (MDB), o ex-candidato a prefeito João Derly (Republicanos), o vereador eleito Cezar Schirmer e o presidente municipal do MDB, deputado estadual Thiago Simon. Alguns militantes comemoravam, aliviados, a derrota do comunismo.

Outros diziam que a adversária de Melo, Manuela d’Ávila (PCdoB), fez uma campanha suja, mas, mesmo assim, eles venceram. E havia outros ainda que diziam que, com Melo, os empresários não precisariam se preocupar em fechar as portas durante a pandemia.

Desde cedo, ainda pela manhã, Melo se dizia "muito confiante da vitória". Depois de votar na Escola Estadual de ensino Fundamental Paraíba, na zona sul da Capital, Melo comparou a eleição na cidade à rivalidade futebolística entre Grêmio e Internacional – o Grenal.

"Estamos muito confiantes na vitória. Mas eleição aqui em Porto Alegre é Grenal. É sempre muito disputada. Neste ano, não será diferente", analisou Melo, ao conversar com jornalistas que acompanharam o seu voto na Escola Paraíba.

Durante a tarde, o emedebista deve descansar na sua residência, enquanto aguarda o resultado da apuração. "Pretendo dar uma descansadinha em casa, pelo menos até às 16h. E tomar um bom banho para acompanhar a apuração. Ontem foi mais um dia de correria. Acho que estou merecendo dormir uma hora, uma hora e meia, para melhorar a voz", projetou.

"Posso perder a voz, só não posso perder a eleição", brincou Melo, arrancando risadas dos jornalistas e apoiadores que estavam no colégio.

Aliás, apesar de o movimento estar mais baixo em relação ao primeiro turno, quando se formaram longas filas para votação na escola, os eleitores que passaram por lá fizeram questão de cumprimentar o emedebista. Algumas pediram para tirar fotos com o candidato.

Melo mora a poucos quarteirões da escola onde vota. Ele foi recebido por representantes de quase todos os partidos que o apoiam. O seu vice Ricardo Gomes (DEM) o acompanhou na agenda.

Mais cedo, por volta das 10h30min, Melo acompanhou o voto de Gomes, na Escola Estadual Duque de Caxias, localizada no bairro Menino Deus. Mais cedo, Melo concedeu entrevista aos principais veículos de comunicação da Capital.

Ele falou com jornalistas das rádios Guaíba, Gaúcha e Band, além das emissoras de televisão RDCTV e Pampa. Ao conceder entrevista por telefone à Rádio Gaúcha, por exemplo, por volta das 8h, Melo disse que seu primeiro pronunciamento seria destinado ao anúncio de que governaria para toda a cidade.

Ele também afirmou que pretende trabalhar com o comitê de transição do prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB). Ressaltou que pretende manter inclusive o comitê técnico formado pelo tucano para planejar ações contra a pandemia de coronavírus – até que o emedebista assuma e, aí sim, constitua o seu próprio comitê.

Futuro governo começa esta segunda-feira

Ao falar pela primeira vez após ser eleito, Melo diz que poderá enviar o projeto de reforma administrativa em sessão extraordinária da Câmara Municipal no dia 1 de janeiro. Junto com essa matéria, pretende encaminhar o projeto que cancela os aumentos do IPTU a partir de 2022 e o que perdoa multas de empresas que foram autuadas durante a pandemia.

"A Covid-19 vai ser o tema central da transição", diz Sebastião Melo.

Melo disse que quer fazer uma transição pacífica e que havia ligado para o prefeito Nelson Marchezan Júnior e que pretende começar o processo nesta segunda-feira (30). O prefeito eleito se comprometeu a manter as medidas contra a Covid-19 "que deram certo".

Na terça-feira, quer se reunir com o governador Eduardo Leite (PSDB) e pediu aos deputados do PSL Bibo Nunes (federal) e Tenente Coronel Zucco (estadual) para marcar uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). "Isso é para simbolizar a união. O prefeito tem que governar com união e olhando para a frente. Ideologia não resolve problemas, trabalho e comprometimento, sim."

Fonte : Jornal do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *