EFEITO URBANO | DA LAVOURA À INDÚSTRIA

Em um Estado como o Rio Grande do Sul, o efeito de boas colheitas sempre chega até as cidades, mesmo às mais distantes do meio rural. Com uma safra farta, ganha desde quem planta e colhe até o morador da Capital.
O agricultor capitalizado compra mais no comércio e desenvolve, assim, a indústria – relacionada ou não ao campo. Há quem troque de carro ou invistam na aquisição de imóveis em Porto Alegre, por exemplo. O reflexo não seria diferente com os empregos, como mostra a reportagem de capa desta edição. O setor movimenta intensamente os fabricantes de máquinas, fertilizantes e outros implementos.
Com unidades nas mais diversas regiões do Estado, precisam de funcionários qualificados. E as oportunidades, que não são poucas, estão abertas a quem estiver interessado.

Fonte: Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *