Economista comenta preços dos principais produtos do agronegócio

 

Alta do dólar influencia no preço dos alimentos e saca de feijão carioca chega a 200 reais ao produtor

Grãos de soja

Grãos de soja Jonas Oliveira/ ANPr

Como estão os preços dos produtos do agronegócio? O Brasil Rural desta terça- feira (22) conversou com o especialista em agronegócio, professor e economista da Central Internacional de Análises Econômicas e de Estudos de Mercado Agropecuário (CEEMA/DACEC/UNIJUI),  Argemiro Luís Brum. Ele comentou os preços do arroz e do feijão e também as tendências de mercado para diversos produtos da agricultura e pecuária brasileiras.

Argemiro Brum diz que a grande preocupação dos orizicultores gaúchos é com o excesso de chuva, provocadas pelo fenômeno El Niño, no período de plantio da nova safra de arroz. No caso do feijão, os preços estão sendo influenciados pela alta do dólar, assim o feijão preto tem variado de 100 a 150  reais, saca de 60 kg, dependendo da região, enquanto o feijão carioca já chega na marca dos 200 reais a saca.
"Todo feijão que vem sendo colhido hoje no país praticamente é vendido quase que no mesmo momento, devido a demanda que estamos tendo", esclarece.
O professor informa que a primeira safra brasileira, segundo dados oficiais, teve uma redução de 10,7% na sua área semeada de feijão, a segunda safra 12, 5% de redução de área e mesmo a terceira safra de 2015 teve uma redução de 2,5% na área semeada.

O Brasil Rural é transmitido de segunda a sexta e aos domingos, às 6h e sábado às 7h, nas rádios Nacional de Brasília e Nacional da Amazônia.

Fonte : EBC