ECONOMIA – Previsão de alta do PIB em 2019 cai pela 15ª vez

Já a previsão do mercado financeiro para a cotação do dólar permanece em R$ 3,80 no fim de 2019 e de 2020

Economia, PIBFoto: Pixabay

Os economistas ouvidos pelo Banco Central reduziram a estimativa para o crescimento da economia brasileira em 2019 pela décima quinta vez seguida, caindo de 1,13% para 1,00%, de 1,45% há quatro  semanas. A projeção consta no relatório de mercado Focus.

Ainda segundo o documento, para 2020, a previsão para o Produto Interno Bruto (PIB) interrompeu a estabilidade após seis semanas e foi revisada para baixo, de 2,50% para 2,23%. Para 2021 e 2022, a projeção segue em 2,50%, há 117 semanas e 59, respectivamente.

Em relação à dívida líquida do setor público e o PIB, a previsão para 2019 caiu de 56,28% para 56,23%, enquanto para 2020 subiu de 58,55% para 58,60%. Para 2021, a relação da dívida líquida passou de 60,45% para 60,90% do PIB e para 2022, a estimativa passou de 61,60% para 62,80% do PIB.

Em relação ao resultado primário consolidado, a estimativa para 2019 ficou negativa em 1,30% do PIB, enquanto para 2020 permaneceu em -0,90% do PIB pela quarta vez. Para 2021, a previsão também seguiu estável, pela terceira semana seguida, em -0,28% do PIB. Já para 2022, o mercado financeiro manteve a previsão de um resultado positivo de +0,20% do PIB pela sétima vez.

Dólar

A previsão do mercado financeiro para a cotação do dólar permanece em R$ 3,80 no fim de 2019 e de 2020

Por Agência Safras

Fonte: Canal Rural