É PRECISO MAIOR AGILIDADE DO GOVERNO PARA RESOLVER PROBLEMAS RELACIONADOS AO CLIMA

(Comentário do Dr. Ricardo Alfonsin para o Canal Rural – De 26/04/2010)

A cada semana se verifica nos noticiários de todo cialis 100mg o país que os arrozeiros do Rio Grande do Sul (RS) voltaram a Brasília para reivindicar uma solução para as perdas sofridas com as enchentes buying drugs online no final do ano passado, principalmente na região central e região da fronteira oeste do RS. Esta reivindicação dos arrozeiros, que demonstram que houve uma perda de um bilhão e meio em suas lavouras, em seu faturamento global, não vem sendo atendida, embora seja plenamente reconhecido pelo governo federal o direito daquela reivindicação que vem sendo feita.

Os produtores pedem unicamente um financiamento de duzentos milhões de reais para que possam alongar as despesas que tiveram no início deste plantio, que foram perdidas completamente pelo excesso de chuvas. Acontece que o governo federal não consegue fazer a ligação entre o Ministério da Agricultura e o Ministério da Fazenda para que isso seja definitivamente aprovado, aliviando a situação dos produtores de arroz do RS. Isto é uma situação decorrente em todo o país, quando ocorrem estes problemas climáticos sérios, o governo demora muito em solucionar, embora reconheça a necessidade e esta demora termina ocasionando, como já tantas vezes ocorreu, a multiplicação do problema. Quando a solução vem, já não são os duzentos milhões reivindicados agora que resolverão o problema, precisaremos mais cinco, seis, ás vezes dez vezes o valor que precisaria quando houve a reivindicação. Então, com essa atividade tão importante para o país, necessário se faz a agilidade nas soluções destes problemas momentâneos e que são comuns para a atividade rural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *