E por falar em laranja…

A colheita de laranja no cinturão distribuído por São Paulo e Minas Gerais deverá somar 284,9 milhões de caixas de 40,8 quilos nesta safra 2018/19, conforme nova estimativa divulgada ontem pelo Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus), mantido com contribuições de produtores e indústrias exportadoras de suco. O volume previsto agora é 3,3% maior que o estimado em dezembro e, se confirmado, representará uma queda da ordem de 20% em relação ao calculado para o ciclo 2017/18. Como já informou o Valor, a expectativa para 2019/20 é de crescimento, ainda que a magnitude desse avanço ainda seja incerta. "A precipitação média no cinturão citrícola, de acordo com dados da Somar Meteorologia, nos meses de dezembro e janeiro, foi de 169 milímetros e 116 milímetros, respectivamente. Essas precipitações, somadas aos índices de chuva desde maio de 2018, totalizam 896 milímetros, 3% abaixo da média histórica (1981-2010). O período mais seco dessa temporada, com precipitação bem abaixo da média, ficou concentrado no início da safra e provocou a diminuição do peso das laranjas das variedades precoces, que foram revisados em setembro", informou o Fundecitrus em comunicado divulgado ontem.

Silvia Zamboni/Valor

Fonte : Valor