Duas usinas da Guarani poderão exportar etanol para a Califórnia

O Estado americano é considerado o mais rígido em termos de legislação ambiental no país

por Agência Estado

 Shutterstock

Com a previsão de moer 18,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na safra 2012/2013, a Guarani produziu 1,3 milhão de toneladas de açúcar e 503 mil metros cúbicos de etanol na safra passada

Duas unidades da Usina Guarani, Andrade e Vertente, localizadas nos municípios de Pitangueiras e Guaraci, respectivamente, obtiveram nesta semana registro noConselho de Qualidade do Ar da Califórnia (Carb), que permite comercializar etanol no Estado norte-americano, considerado o mais rígido em termos de legislação ambiental dos Estados Unidos. O documento expedido pelo órgão atesta que o etanol dessas unidades é classificado como combustível de baixo carbono.
Em comunicado, o diretor-presidente da empresa, Jacyr Costa Filho, informou que se trata de uma conquista, uma vez que além de certificar o etanol produzido pela Guarani, o registro no Carb garante acesso privilegiado ao importante mercado da Califórnia.
Com a previsão de moer 18,5 milhões de toneladas decana-de-açúcar na safra 2012/2013, a Guarani produziu 1,3 milhão de toneladas de açúcar e 503 mil metros cúbicos de etanol na safra passada. Além disso, comercializou 271 MWh de energia de biomassa.

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *