Dólar recua pelo terceiro dia

 

São Paulo – O dólar se manteve no território negativo pelo terceiro dia consecutivo e encerrou em baixa de 0,17% no balcão, cotado a R$ 2,3560. Da mínima (R$ 2,3460) para a máxima (R$ 2,3640), a moeda americana oscilou 0,77% – menos que o verificado nas últimas sessões. O Banco Central vendeu 10 mil contratos de swap cambial (498,4 milhões de dólares), com vencimento para 2 de dezembro, dentro da estratégia de injeção diária de liquidez no mercado. Já o índice da Bolsa de São Paulo seguiu Nova Iorque e encerrou em alta, em pregão marcado pela volatilidade.

Em agosto, o Brasil registrou o maior envio de dólares para o exterior em 2013 e o pior resultado para esse mês desde 1998, último ano em que vigorou no país o sistema de câmbio fixo. Segundo o Banco Central (BC), a saída de recursos superou a entrada de moeda estrangeira em 5,85 bilhões de dólares no mês passado. Ao mesmo tempo, o governo promoveu a maior intervenção do ano no mercado para tentar reduzir a oscilação nas cotações. Agosto foi o terceiro mês consecutivo de saída líquida de dinheiro, com perda de 9,9 bilhões. Entre janeiro e maio, no entanto, entraram mais de 12,1 bilhões de dólares.

Na Bovespa, a cautela diante de incertezas do cenário externo inibiu movimentos mais consistentes da Bolsa paulista ontem, o que se refletiu em um Ibovespa oscilando perto da estabilidade na segunda metade dos negócios. O principal índice da Bolsa encerrou o pregão com avanço de 0,18%, aos 51.716 pontos, após variar entre leves altas e baixas, sobretudo na última hora da sessão. O giro financeiro totalizou R$ 6,157 bilhões.

Se por um lado a valorização das Bolsas norte-americanas e a alta da Petrobras ajudavam a Bovespa, por outro, Vale e OGX pesavam sobre o índice. As demais ações do Ibovespa não apresentaram movimento uniforme, colaborando com a volatilidade da sessão. Em setembro, a Bolsa acumula valorização de 3,41%, mas no ano a perda chega a 15,15%. ‘Hoje, a Bovespa estava fraca e o Dow Jones também, principalmente com a questão da Síria, ainda muito preocupante’, disse o analista da SLW, Pedro Galdi. Em Nova Iorque, o Dow Jones fechou em alta de 0,65, e o Nasdaq teve avanço de 1,01%.

Fonte : Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *