DIVERSIFICAÇÃO | A pequena fruta que rende toneladas de produtos

Produtor de maçãs, o agricultor Irineu Bortolotto, 30 anos, de Vacaria, na Serra, há 10 anos resolveu investir em outra fruta: o mirtilo, originário do Canadá e dos Estados Unidos. De forma orgânica, 1,5 hectare destinado à produção da fruta chegam a render 15 toneladas em apenas uma safra.
– A maçã exige muita aplicação de defensivos e tem alto custo, ao contrário do mirtilo – diz o agricultor.
A produção de mirtilo é vendida principalmente para São Paulo e Paraná, por meio de redes de supermercados e lojas de produtos orgânicos. A fruta é embalada na propriedade de Bortolotto, in natura, e vendida por valores entre R$ 15 e R$ 25 o quilo. O produtor também tem um viveiro, onde produz mudas da planta e comercializa parte da produção congelada, para indústrias de sorvete e polpas.
– O valor da terra é alto, então preciso extrair o máximo rendimento em uma pequena área em vez de apostar em culturas que precisam de grandes espaços para ter lucratividade – explica Bortolotto, calculando que um hectare cultivado com mirtilo comporta mais de 2 mil plantas, cada uma produzindo de três quilos a cinco quilos.
Uma das vantagens do mirtilo, diz Bortolotto, é baixo custo de produção:
– Uma pessoa sozinha consegue fazer a manutenção do pomar. Só na colheita é preciso mais mão de obra. O custo de produção não passa de R$ 3 o quilo – ressalta o produtor que pretende montar uma agroindústria para vender a fruta desidratada.

Multimídia

Fonte: Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *