Dilma diz que irá vetar pontos polêmicos do novo Código Florestal

Presidente afirmou a aliados que compensará trechos suprimidos pelos deputados em medidas provisórias

Fabio Rodrigues Pozzebom, Agência Brasil

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom, Agência Brasil

Novo Código Florestal aprovado nessa quarta no Plenário da Câmara dos Deputados

Em conversas com aliados, a presidente Dilma Rousseff adiantou que vai vetar pontos polêmicos do texto do Código Florestal aprovado nessa quarta, dia 25, e compensará trechos suprimidos pelos deputados em medidas provisórias.

– Espero que a presidente não vete o projeto aprovado pelo Congresso. Os defeitos têm de ser corrigidos aqui – defendeu orelator da proposta, deputado Paulo Piau (PMDB-MG).

Convencidos de que o saldo final do projeto foi favorável ao setor agropecuário, líderes ruralistas decidiram não questionar a exigência de limites de reflorestamento. A bancada pretende apresentar projeto de lei para regulamentar as faixas de floresta à beira de rios.

Para o deputado Luiz Carlos Heinze (PP-RS), mesmo com a derrota na questão das Áreas de Preservação Permanente, os produtores avançaram em centenas de temas de interesse do setor, como a dispensa de áreas de preservação às margens de açudes e a consolidação das várzeas para plantação de arroz. Outros parlamentares, no entanto, enxergaram o retorno da exigência da recomposição nas margens de rios como cochilo do relator.

Fonte: Ruralbr | ZERO HORA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *