Dilma analisa possibilidades de veto a partes do novo Código Florestal

Presidente se reuniu nessa segunda com quatro ministros para discutir o tema

DORIVAN MARINHO

Foto: DORIVAN MARINHO / AE

Dilma Rousseff se reuniu com alguns de seus ministros para discutir veto a partes do novo Código Florestal Brasileiro

A presidente Dilma Rousseff se reuniu nessa segunda, dia 30, com alguns ministros para analisar a possibilidade de veto a partes da lei do novo Código Florestal Brasileiro. Foram convocados os responsáveis pelos ministérios do Desenvolvimento Agrário, do Meio Ambiente, da Casa Civil e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Ninguém falou com a imprensa, mas as assessorias de imprensa confirmam que o assunto foi o possível veto da presidente Dilma ao Código Florestal. A Câmara dos Deputados deve encaminhar nesta semana a lei aprovada na última quarta, dia 25, assim que recebê-la, a presidente terá 15 dias úteis para se manifestar. A secretária do Meio Ambiente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Rosicléia dos Santos, acredita que a presidente vetará partes do texto.

– Pelo que a gente tem visto, existe uma mobilização da sociedade como um todo, não só a sociedade civil, para que a presidente possa vetar principalmente esses pontos mais polêmicos, como a questão da anistia aos grandes desmatadores.

Rosicléia diz que em audiência com Dilma, a Contag defendeu que a legislação ambiental deve diferenciar a agricultura familiar.

– Isso pra gente é o principal ponto. Sem falar que existem vários pontos que a gente entende que precisam ser vetados. A gente precisa trabalhar numa legislação que possa de fato ser efetiva, não uma legislação que já começa “capenga”, como foi o relatório do Paulo Piau – concluiu a secretária.

>> Leia mais sobre o Código Florestal na página especial

Fonte: Ruralbr | Daniela Castro | Brasília (DF) CANAL RURAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *