Deságio menor eleva venda de PEP

O leilão de PEP de trigo, realizado ontem pela Conab, comercializou 93% da oferta de 225 mil toneladas para o RS, totalizando 209.571 t. O edital 63, de 200 mil t, foi o mais procurado e teve saída de 100%. A exemplo do leilão do dia 17 de fevereiro, houve deságio no prêmio, mas a variação foi menor. O bônus por tonelada abriu em R$ 136,40 e fechou em R$ 111,10, valor que, no último leilão, despencou de R$ 132,70 para R$ 62,00. O presidente da Fecoagro, Rui Polidoro Pinto, avalia que o resultado foi melhor porque a Conab divulgou novo leilão para o dia 15, o que reduziu a disputa. Dia 15, será ofertado prêmio para 375 mil t via PEP e 35 mil via Pepro.
No edital 62, que permitia PEP para ração, a procura foi menor. Das 25 mil t, foram comercializadas apenas 9.571 t, pelo bônus de R$ 22,80, que subiu em relação ao anterior, que foi de R$ 18,80. Para Polidoro Pinto, a diferença do prêmio não foi suficiente para motivar as aquisições, inibidas também pelo anúncio do governo de que trará milho do Centro-Oeste. Para ele, o valor do bônus (R$ 22,80) foi decisivo para que não houvesse interesse pelas 10 mil t de Pepro para o RS. "Isso é sinal de que a indústria está abastecida." Do total de 375 mil t, houve negociação de 246,47 mil t para PR, SC e SP. No Pepro, das 35 mil t saíram 3,5 mil t para PR e SP.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *