Desembolso de crédito rural tem alta de 44%

Os desembolsos de crédito rural para a agricultura empresarial somaram R$ 38,6 bilhões entre julho e setembro, os três primeiros meses desta safra 2013/14, um aumento de 43,9% em relação ao mesmo período da safra anterior. Os produtores rurais contrataram R$ 30,2 bilhões pelas modalidades de custeio e comercialização e R$ 8,3 bilhões pelas de investimento. Outros R$ 5,3 bilhões foram tomados por produtores familiares.

Dentre as linhas direcionadas ao investimento, o maior desembolso foi registrado no Programa de Sustentação de Investimento (PSI-BK), que financia máquinas e equipamentos agrícolas. Ao todo, foram contratados R$ 2,87 bilhões via PSI-BK, ou 58% mais que no mesmo período de 2012. Em segundo lugar veio a linha Agricultura de Baixo Carbono (ABC), com desembolsos de R$ 528 milhões, queda de 12% em relação aos três primeiros meses da safra 2012/13.

Na parte de crédito para custeio e comercialização, os recursos aplicados via poupança rural MCR 6-4 a juros controlados de 5,5% ao ano chegaram a R$ 6,4 bilhões de julho a setembro, alta de 345% frente aos três primeiros meses da safra passada. Outro destaque foi o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), que chegou a um total de empréstimos de R$ 2,95 bilhões, uma alta de 31,2% na ~comparação com o terceiro trimestre de 2012.

Alguns setores importantes como o sucroalcooleiro e o cafeeiro não mostraram grande demanda por crédito neste momento. A linha do Funcafé, de custeio e comercialização com juros de 5,5% ao ano, emprestou R$ 701 milhões dos 3,1 bilhões disponíveis nos primeiros três meses da safra 2013/14, 22% do disponível.

A linha de investimento Prorenova – para o setor sucroalcooleiro -, com juros de 5,5% ao ano, aplicou apenas R$ 108 milhões no período, 2,7% dos R$ 4 bilhões disponíveis e uma retração de 51,8% frente ao mesmo período da safra passada.

Um bom resultado foi registrado na linha de armazenagem de álcool. Com juros de 7,7% ao ano, foram empenhados nos três primeiros meses da safra R$ 881,9 milhões de um total de R$ 2 bilhões, 44% do total.

© 2000 – 2013. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3316518/desembolso-de-credito-rural-tem-alta-de-44#ixzz2ijapiFrG

Fonte: Valor | Por Tarso Veloso | De Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *