DECISÃO TOMADA | Uma das principais feiras do país, Agrishow ficará para 2021

Diante da imprevisibilidade,organizadores avaliaram que evento, realizado em Ribeirão Preto (SP) deve ficar para o próximo ano

04/06/2020 – 18h43minAtualizada em 04/06/2020 – 19h00min
GISELE LOEBLEIN

Agrishow / Divulgação
Mais de 800 expositores participam do evento, que teve público de 159 mil visitantes e faturamento de R$ 2,9 bi em 2019Agrishow / Divulgação

Diante da imprevisibilidade do quadro de covid-19 e do tempo necessário para colocar o evento de pé, organizadores Agrishow, realizada em Ribeirão Preto (SP) decidiram deixar para 2021 a 27ª edição do evento. A feira, uma das principais do calendário do agronegócio já havia sido adiada. Originalmente, estava marcada para o período de 27 de abril  1º de maio. Foi adiada para o segundo semestre e, agora, para o próximo ano.

—  O que nos levou a tomar essa decisão foi a pandemia. Pegou em cheio a primeira data. E as coisas vieram se agravando. Estamos tomando a decisão em junho, com quadro ainda indefinido. Porque imagina mobilizar toda uma infraestestrura e ser implementada nova quarentena — explica Francisco Maturro, presidente da feira.

No ano passado, a Agrishow teve faturamento de R$ 2,9 bilhões e reuniu 159 mil visitantes no local em que é realizado. As principais fabricantes de máquinas e implementos agrícolas e empresas de tecnologia do setor marcam presença no local.  O evento também movimenta a rede hoteleira da região.

— A grande perda é a troca de informações, dos fabricantes com os produtores — lamenta Maturro.

Também uma das grandes feiras do setor, a Expointer, que ocorre no parque Assis Brasil, em Esteio, será realizada. A data prevista é de 29 de agosto a 6 de setembro, podendo haver modificação se a Saúde entender necessária, com o mês de setembro como limite. Medidas como público limitado e túnel de desinfecção estão entre as ações consideradas.

A Farm Progress Show, realizada em Iowa, nos Estados Unidos, por ora, também mantém a programação para 1 a 3 de setembro.

NOTA OFICIAL

As cinco entidades organizadoras da 27ª Agrishow emitiram comunicado sobre a decisão. Veja a íntegra abaixo:

Estávamos aguardando as novas diretrizes do Governo do Estado de São Paulo e da Prefeitura do Município de Ribeirão Preto, onde se realiza a Agrishow, com relação à reabertura gradual dos negócios e consequentemente dos grandes eventos, para que pudéssemos confirmar a nova data de realização da 27ª edição do evento.

Como é de conhecimento de vocês, a Agrishow é uma feira que reúne cerca de 800 marcas expositoras, sendo que boa parte dos equipamentos expostos são de grande porte. Isso demanda tempo de preparação e muitas vezes liberação alfandegária, bem como um longo período de planejamento minucioso para que esses equipamentos sejam expostos no evento.

Isto posto, mais dois fatores complementares foram analisados. O primeiro é com relação ao extenso e complexo período de montagem da feira, que habitualmente leva cerca de 40 dias. Além disto, avaliamos o cronograma de reabertura das atividades econômicas da Prefeitura de Ribeirão Preto, cuja análise nos permite afirmar que só seria possível realizar a feira na semana de 17 de agosto, período indicado pela maioria dos expositores como sendo ideal para o mercado,  desde que não houvesse nenhum retrocesso neste cronograma em virtude do aumento dos casos de COVID-19 na região ou mesmo comprometimento do número mínimo de leitos disponíveis, o que são variáveis incontroláveis.

Diante deste cenário, a Informa Markets, organizadora do evento, com apoio das realizadoras ABAG – Associação Brasileira do Agronegócio, ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, ANDA – Associação Nacional para Difusão de Adubos, FAESP – Federação da Agricultura e da Pecuária do Estado de São Paulo e SRB – Sociedade Rural Brasileira, comunica que a 27ª edição da feira será realizada em nova data – 26 a 30 de abril de 2021 – em Ribeirão Preto – SP.

Aproveitamos para reiterar nosso compromisso com a qualidade do evento e a segurança de todos os participantes de acordo com as normas do Governo do Estado de São Paulo e estamos certos de que a próxima edição será uma grande oportunidade para o setor se reencontrar, conhecer tecnologias inovadoras e realizar bons negócios, para o desenvolvimento do agronegócio e, consequentemente, para a retomada da economia do Brasil.

Fonte: Zero Hora

Compartilhe!