DANILO UCHA – Se aumentar o preço do aço, desemprego crescerá

Sem encomendas, indústria demite, e pavilhões ficam quase vazios

Sem encomendas, indústria demite, e pavilhões ficam quase vazios

A indústria metalmecânica brasileira, que corre o risco de apresentar, neste ano, o maior número de desempregados entre os setores produtivos do País, teme um novo golpe: o anunciado aumento dos preços do aço em 11%. No Rio Grande do Sul, o setor é um dos mais atingidos pela diminuição de atividades, queda de encomendas e demissão de funcionários, segundo Gilberto Porcello Petry, presidente do Sinmetal. A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas (Abimaq), que representa 7.800 empresas, alerta que o aumento prejudicaria ainda mais a competitividade, com efeitos nefastos, pois o aço representa grande parte do custo do setor. Carlos Pastoriza, presidente da Abimaq, diz que haverá aumento de custo, dificuldade de investimento, alta da inflação e um dos maiores índices de desemprego de toda a história do setor, que emprega 5,1 milhões de brasileiros.

Além

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs) quer que se vá além do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Propõe mudanças estruturais no País e sugere reformas política, da previdência, tributária, trabalhista e administrativa.

Fapergs

A Fundação de Amparo à Pesquisa-RS (Fapergs) abriu inscrições para o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Científico-Tecnológico Regional. Vai investir R$ 429 mil em projetos para desenvolver as regiões do Alto Jacuí, Campanha, Noroeste Colonial e Campos de Cima da Serra, definidas em consulta popular.

Inovação

A Braskem, em parceria com a Endeavor, organização global e sem fins lucrativos de fomento ao empreendedorismo, anunciou a segunda edição de seu programa de incentivo a empreendedores que tenham soluções voltadas à sustentabilidade e à inovação, o Braskem Labs. Os empreendedores interessados em participar têm até 15 maio para inscrever seus projetos no site www.braskemlabs.com. A iniciativa busca projetos que proponham soluções inovadoras por meio da química e do plástico. Propostas de combate ao Aedes aegypti também podem participar.

Dois superintendentes

Com a correria da negociação de votos pelo governo federal às vésperas da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), a Superintendência do Ministério da Agricultura no Rio Grande do Sul acabou ficando com dois superintendentes. Flávio Zacher, do PDT, nomeado para garantir os votos do partido na Câmara dos Deputados, foi designado em edição extra do Diário Oficial da União na sexta-feira, dia 15. Entretanto, seu antecessor Luciano Maronezi, não foi exonerado e seguiu trabalhando normalmente em seu gabinete. "Ainda não sabemos se isso não foi proposital – uma promessa de cargo sem sua efetiva entrega", diz a Delegada Sindical no Rio Grande do Sul do Sindicato Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários, Consuelo Paixão Côrtes, que repudiou a prática de negociar a ocupação de um posto tão importante como moeda de troca para favores políticos. Constrangido, Maronezi informou que hoje não irá à repartição. Consuelo garantiu que o jurídico do sindicato examina a situação ilegal.

CEEE

Já a nova subestação de energia da CEEE em Porto Alegre – ruas Casemiro de Abreu e Lucas de Oliveira – recebeu dois transformadores. Até o fim do semestre, serão conectados e melhorarão o fornecimento de energia a 15 bairros: Auxiliadora, Bela Vista, Boa Vista, Bom Fim, Centro, Independência, Floresta, Higienópolis, Moinhos de Vento, Mont’Serrat, Petrópolis, Rio Branco, Santana, Santa Cecília e Três Figueiras. Os moradores do bairro Cidade Baixa esperam que Julio Hofer, diretor de Distribuição do Grupo CEEE, faça algo semelhante no transformadora da rua José do Patrocínio, onde, a qualquer garoa, cai a energia.

RGE

A Rio Grande Energia (RGE), distribuidora do Grupo CPFL Energia, investiu R$ 315 milhões, em 2015, em sua área de concessão, que abrange 54% da área territorial do Rio Grande do Sul: 90% foram destinados exclusivamente à expansão, manutenção e modernização do sistema elétrico. A concessionária tem o compromisso de ampliar, reforçar e qualificar o serviço de fornecimento de energia elétrica ano após ano.

SIMECS/DIVULGAÇÃO/JC

Painel Econômico
DANILO UCHA
Painel Econômico

Fonte: Jornal do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *