DANILO UCHA – Só 13,07% do Rio Grande está cadastrado no CAR

Governo federal quer a descrição das paisagens rurais em todo o País

Governo Federal quer a descrição das paisagens rurais

No dia 6 de maio, terminará o prazo para o Cadastro Ambiental Rural (CAR). É o registro público eletrônico de âmbito nacional, obrigatório para todos os imóveis rurais, onde são cadastradas as informações ambientais das propriedades e posses rurais de todo o Brasil. De acordo com o boletim mais recente do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), 67,6% da área cadastrável do território brasileiro, num total de 2.436.014 imóveis, já se encontra regularizada. O Rio Grande do Sul detém o menor percentual de área cadastrada, somente 13,07%. As informações são da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), ressaltando que, quem não fizer o cadastro, ficará afastado do crédito rural.

Homenagem

Hoje é o Dia do Jornalista. Em homenagem à classe, o Grupo Boticário distribuiu livros, com a justificativa de que "quem conta boas histórias também faz beleza". Um dos livros é uma Antologia Poética, do gaúcho de Alegrete Mario Quintana, que viveu do jornalismo, de traduções e de seus poemas.

Barriga no balcão

A recuperação do varejo brasileiro não tem data marcada para ocorrer. "A saída para quem opera no setor é encostar a barriga no balcão e olhar para o futuro", afirma o diretor-geral da GS&MD – Gouvêa de Souza, Marcos Gouvêa de Souza, empresa especialista em varejo, marketing e distribuição. Segundo o executivo, é preciso buscar novas forças de eficiência, de produtividade, de atendimento no ambiente interno e, ao mesmo tempo, olhar para o mercado externo. Esses são alguns dos temas que serão apresentados aos varejistas gaúchos em evento, promovido pela GS&MD, em parceria com EKF Participações, dia 14, no Teatro do CIEE-RS, das 14h às 18h30min. As inscrições podem ser feitas em http://posbigshow-porto-alegre.instapage.com.

Desemprego

Em 12 meses, já foram demitidos 467,7 mil trabalhadores da indústria da construção civil no País. Os dados são da pesquisa realizada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), com base em informações do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE).

Agenda legislativa

Comitiva da Fecomérci-RS, liderada pelo presidente luiz CarlosBohn, esteve, ontem, em Brasilia, apresentando à bancada federal gaúcha, na Câmara Federal, sua Agenda Legislativa. Em sua quinta edição, a a elenca as proposições em tramitação em nível estadual e federal e que impactam o setor terciário. No total, são 24 projetos estaduais e 31 federais considerados relevantes e que ganham a manifestação da entidade. O presidente do Sindilojas de Caxias do Sul, Sadi Donazzolo, e o diretor Ivanir Gasparin, acompanharam a comitiva. Bohn pediu aos parlamentares um desfecho mais rapido possível para atual crise econômico-política que atrapalha o País.

Migração profissional

Em palestra realizada na Dupont Spiller Advogados, em Bento Gonçalves, o consultor e professor da Fundação Dom Cabral, Paulo Roberto Villamarim Gama, destacou que um jovem recém-ingressado no mercado de trabalho vai mudar de empresa de 10 a 11 vezes em sua carreira e ainda pode trocar de profissão até três vezes. Ao contrário do passado, quando a pessoa ficava muitos anos no mesmo emprego, entramos na era da migração profissional.

Devolução

A BV Financeira foi condenada pela Justiça de Minas Gerais a devolver valores cobrados a mais em operações de financiamento de automóveis em todo o País. Em ação movida pelo Instituto Mineiro de Políticas Sociais e de Defesa do Consumidor, o tribunal considerou abusivas as cobranças de registro de contrato, serviço de terceiros, custos de serviços recebidos, tarifa de emissão de carnê e tarifa de avaliação de bem, que aumentavam o valor dos contratos em até 28%. Os valores deverão ser devolvidos aos consumidores com correção monetária, informou Lillian Salgado, advogada que liderou a ação.

SOLANGE BRUM

Painel Econômico
DANILO UCHA
Painel Econômico

Fonte : Jornal do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *