DANILO UCHA: Em busca de carne de qualidade para exportar

Em busca de carne de qualidade para exportar

DANILO UCHA/JN/ESPECIAL/JC

Elisabeth Cirne Lima é criadora e líder da raça Devon

Elisabeth Cirne Lima é criadora e líder da raça Devon

Conhecida nacionalmente como a Capital do Churrasco, a cidade de Lagoa Vermelha, localizada nos Campos de Cima da Serra, será sede de dois eventos sobre carne de qualidade: o 2º Seminário Serrano sobre Pecuária de Corte e o 2º Simpósio da Carne Devon. O objetivo é ampliar os conceitos técnico-científicos e culturais sobre a qualidade da carne produzida no Rio Grande do Sul, inclusive as perspectivas que podem se abrir à exportação desta carne, que consegue preços mais elevados no mercado internacional. Para isso, é preciso aumentar o volume da produção. Os seminários acontecerão, quarta-feira, no Galpão do CTG Alexandre Pato, com início às 8h30min. O simpósio Devon contará com a participação do engenheiro agrônomo Martim Luiz Teixeira da Luz, que falará sobre a qualidade da carne Devon no cenário futuro da pecuária gaúcha. Sebastião Fonseca falará sobre a formação histórica dos Campos de Cima da Serra e a influência dos tropeiros para o desenvolvimento da região serrana do Rio Grande do Sul. O encerramento será com churrasco de carne Devon.

Carga previdenciária
No dia 1 de março, entrará em vigor a MP 664/2014, que impõe mais um ônus às empresas, aumentando de 15 para 30 dias a obrigação de o empregador arcar com o salário integral do segurado empregado, por concessão de auxílio-doença previdenciário e também para o auxílio-acidentário. O advogado empresarial Laury Ernesto Koch lembra que esse encargo deveria ser todo custeado pelos cofres da Previdência Social, pois o RAT já é recolhido para tal fim. Além do mais, a própria incidência da contribuição previdenciária sobre os valores pagos em razão do afastamento do colaborador já é considerada ilegal inclusive através de Recurso Repetitivo proferido pelo Superior Tribunal de Justiça, segundo ele.

Carnes vermelhas
Por falar em carnes, um livro para ser lido, tanto por pecuaristas quanto pelos que odeiam a pecuária e a carne vermelha: Defending beef: The case for sustainable meat production, de Nicolette Hahn Ninam. Bióloga, ex-advogada ambiental da fundação de Robert F. Kennedy Jr. e pecuarista, a autora afirma, com base em vasta documentação científica, que quase tudo o que se diz sobre os efeitos ambientais negativos da produção pecuária e os malefícios para a saúde de se comer carnes vermelhas está errado. Garante que a carne bovina produzida ao ar livre e a pasto é melhor do que a produção industrial. E que os bovinos são necessários para restauração e saúde futura do planeta e suas pessoas. Dona do famoso Ninam Ranch, na Califórnia (USA), Nicolette produz carnes bovinas, de porco e de cordeiro no chamado método natural e com práticas de sustentabilidade. O livro está criando polêmica nos Estados Unidos, pois, ao contrário do que vem se dizendo nos últimos anos, a criação natural de animais pode mitigar o aquecimento global e melhorar a saúde das pessoas.
Guaíba
A Celulose Riograndense começará a limpeza dos dutos e equipamentos para funcionamento da nova unidade de Guaíba. O trabalho será feito, em fevereiro e março, para deixá-la pronta para o acionamento em maio. O funcionamento de aprendizado durará seis meses e, aí, começará a produção total.

Mais imposto
O governo federal também vai aumentar o Imposto de Renda para os prestadores de serviços, inclusive para aquelas empresas criadas a partir da instituição da figura do empresário individual. Maria Paula Farina Weidlich, especialista da área tributária da Pactum Consultoria Empresarial, comentou que as declarações do ministro da Fazenda sinalizam claramente a necessidade de se promover um aumento de arrecadação por parte dos prestadores de serviços, a fim de aproximá-los da tributação cobrada das pessoas físicas (27,5%).

Saúde
No ano em que completa 18 anos de atividades, a Hospitalar Home Care trocou de marca. Agora, é Hospitalar ATS. Criada e dirigida pelos sócios Adriana Grassmann Wander e o médico Marco Antônio Medeiros Fossati, foca o atendimento em quatro pilares: home care, gestão de saúde, ambulatório e loja.
Espumantes
Começa a dar resultados os esforços da Vinícola Perini para vender espumantes durante todo o ano e não só em datas especiais. A empresa de Farroupilha fechou 2014 com acréscimo de 33% no faturamento dos espumantes em relação a 2013, com vendas, inclusive, no primeiro semestre. A vinícola faturou R$ 75 milhões — entre sucos de uva integral, vinhos e espumantes —, o que representou um crescimento de 15% em relação a 2013.

Feiplastic

A maior feira da indústria plástica na América Latina, a Feiplastic – Feira Internacional do Plástico 2015, estará no pavilhão de exposições do Anhembi, em São Paulo, em maio. Serão mais de 600 empresas e mais de 1.550 marcas em exposição.

Sexteto

A agência gaúcha de comunicação Sexteto desenvolveu para o ex-jogador do Grêmio Rodrigo Mendes a identidade visual de um centro esportivo em Uberaba (MG). O projeto á transformar a quadra em centro social para crianças carentes.

Cerveja

Estamos no verão e a bebida da temporada é a cerveja. Alguns números para jogar na conversa na mesa do bar: os maiores bebedores de cerveja per capita do mundo são os checos, com 132 litros por pessoa, seguidos dos alemães, com 107 l/pc. O Brasil está no 27º lugar, com 65 litros por pessoa. Mas, em termos de consumo total, em bilhões de litros, a liderança é da China, com 44,68 bilhões; seguida dos Estados Unidos, com 24,13 bilhões/l; e do Brasil, com 12,17 bilhões/l. Os alemães ficam em 5º lugar, com 8,78 bilhões/l.

Fonte: Jornal do Comércio

DANILO UCHA
ucha@jornaldocomercio.com.br
Painel Econômico

Coluna publicada em 27/01/2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *