DANILO UCHA -Crise força o uso de GNV

Presidente da Sulgás, Bragagnolo comemora o uso maior de GNV

Presidente da Sulgás, Bragagnolo comemora o uso maior de GNV

Com os últimos aumentos do preço da gasolina e do etanol, o GNV tornou-se alternativa para um número cada vez maior de gaúchos. De acordo com as instaladoras de kits GNV, o último trimestre do ano passado registrou aumento de 200% no número de conversões de veículos em relação à média de todo o ano. O volume de GNV comercializado pela Companhia de Gás do Rio Grande do Sul (Sulgás) em dezembro foi 6,61% superior à média do ano de 2015. A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informa que o GNV é a alternativa mais barata no Rio Grande do Sul, com preço médio de R$ 2,58/m3, enquanto a gasolina chega a R$ 3,93 o litro, e o etanol a R$ 3,52 o litro. "O GNV, além de ser mais barato, apresenta rendimento cerca de 23% maior que o da gasolina e 75% maior que o do etanol", garante o presidente da Sulgás, Claudemir Bragagnolo. Outra vantagem é a redução do desgaste do motor e outros componentes e a ausência de contaminantes, contribuindo também para a melhoria da qualidade do ar nas cidades. Atualmente, o Rio Grande do Sul tem uma frota de 61.449 veículos convertidos e 80 postos de revenda do GNV, em 28 cidades. O investimento necessário para compra e instalação de um kit GNV fica na média de R$ 4.500,00, com retorno estimado em menos de oito meses. A Sulgás está bonificando, com gás, representantes comerciais que façam a conversão. Ele ganha combustível para andar 15 mil quilômetros de graça.

Móveis

Entre as 10 maiores indústrias exportadoras de móveis do País, quatro são do Rio Grande do Sul, que responde por cerca de 30% das exportações de móveis brasileiras. As gaúchas são Móveis K1, Treboll Móveis, San Marino Móveis e Elliottiis do Brasil Indústria Moveleira, segundo o presidente da Movergs, Volnei Benini.

Oi

A diretora de Negócios B2B da Oi, Cátia Tokoro, esteve ontem em Porto Alegre para se reunir com sua equipe da regional e alinhar a estratégia de negócios da companhia para o mercado corporativo em 2016. A novidade deste ano é o novo portfólio de serviços na nuvem voltados para as pequenas e médias empresas. Também apostará em serviços de TI e dados para o setor de grandes empresas.

Saúde

Novo grupo de saúde formou-se em Porto Alegre. Composto por dentistas, nutricionistas, médicos cardiologistas e demais profissionais da área da saúde, a associação Saúde Especializada ganhou forma no último semestre de 2015 e, neste mês de janeiro, consolida a marca em Porto Alegre.

Unimed

A unidade que a Unimed Porto Alegre inaugurou na cidade de Esteio, neste mês, beneficia mais de 21 mil clientes da cooperativa médica. Localiza-se no Centro da cidade, na Rua dos Ferroviários, 65.

Pilla Corretora

A Pilla Corretora, que participa das negociações da BMF&Bovespa, é 100% gaúcha e se aproxima do cinquentenário. A informação é de Mário Morais que, no final do ano passado, trocou a Guide Investimentos pela Pilla, na área de operações em Bolsa.

Aeromóvel

A tecnologia do sistema aeromóvel como alternativa inovadora de mobilidade urbana será mostrada às autoridades da prefeitura de Los Angeles e do aeroporto daquela cidade hoje. Norte-americanos demonstraram interesse pelo sistema já em operação comercial em Porto Alegre e na Indonésia, e em fase de implantação em Canoas. O diretor da Aeromóvel Brasil, Marcus Coester, já em Los Angeles, explica que o aeroporto local é o último dos grandes dos Estados Unidos que ainda não dispõe de um sistema de transporte horizontal. Por isso, está desenvolvendo projeto de construção de um complexo em vias elevadas com abrangência de 5 quilômetros, incluindo a implantação de uma garagem central para locadoras de carros e várias estações com estacionamentos, lojas e restaurantes, numa licitação orçada em mais de US$ 5 bilhões. O sistema do trem está estimado em US$ 2,7 bilhões.

Cinema

Não são apenas grandes indústrias, construtoras e incorporadoras que conseguem financiamento do Bndes. O banco aprovou financiamento de R$ 12,6 milhões para o Grupo Arcoplex construir dois cinemas em Araranguá (SC) e Gravataí (RS).

ANTONIO PAZ/JC

Painel Econômico
DANILO UCHA
Painel Econômico

Fonte : Jornal do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *