DANILO UCHA – Agronegócio toma posição

Luiz Cornacchione é o diretor executivo da Abag

Luiz Cornacchione é o diretor executivo da Abag

Até o agronegócio, que costuma ser muito prudente em seus posicionamentos contra governos, está contestando a gestão da presidente Dilma Rousseff (PT). A Sociedade Rural Brasileira defendeu a realização do processo de impeachment contra a presidente da República. Seu presidente, Gustavo Junqueira, escreveu: "O impeachment da presidente ou sua renúncia, em gesto de reconhecimento de que sua gestão causa mais danos que ganhos é um passo necessário para o País, apesar de não decisivo. Exigirá, para garantir nosso futuro, uma nova liderança comprometida com a governança, a abertura irrestrita à produtividade, a punição implacável dos malfeitos e o fim dos privilégios". A Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), por sua vez, divulgou nota sobre a crise político-econômica do País e as investigações dos casos de corrupção. A entidade, que tem Luiz Cornacchione como diretor executivo, conclamou para que, em qualquer situação, se mantenha o Estado Democrático de Direito e o princípio da ordem pública constituída e reforça integral apoio à imprensa e ao trabalho da Justiça.

Tintas Killing

A indústria de tintas Killing, que tem matriz no Rio Grande do Sul e unidades na Bahia e na Argentina, lançou nova versão para o produto Bellacasa Pinta Mais. Garante que a mesma quantidade de tinta rende mais, atingindo cerca de 500 m2 por demão no balde de 18 litros.

Cartões de crédito

A taxa de juros dos cartões de crédito sempre foi alta. Agora, porém, chegou às nuvens. Em fevereiro, registrou 145,46%, a maior desde 1995. Foi a 17ª elevação consecutiva.

Ônibus

A Unesul de Transportes Ltda. adquiriu 14 unidades do modelo Marcopolo Paradiso 1350. Os veículos serão utilizados em rotas intermunicipais e interestaduais dos estados do Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. Já a Sociedade de Ônibus Gaúcha Ltda., empresa de transportes de Canoas, adquiriu 15 ônibus da Marcopolo. Os veículos, do modelo Torino, serão utilizados no transporte público da cidade e região.

Crescimento

A Central de Diligências (CDI) da Scalzilli.fmv Advogados, braço operacional da banca jurídica, totalizou crescimento de 41% em suas demandas no ano de 2015 em todo o País. A coordenadora da área, Dulce Martins, explica que o crescimento resulta do aumento do número de ações judiciais e do uso da central como ferramenta de trabalho.

Desemprego

Em fevereiro, Pelotas viveu dois episódios de desativação de empresas que aumentaram o desemprego na cidade. A rede de supermercados Pois Pois não conseguiu sair de uma recuperação judicial e encerrou atividades, desempregando 80 pessoas. E a Indústria Riograndense de Óleos Vegetais Ltda., Irgovel Rações, também parou suas atividades e desempregou 50 pessoas.

Malas extraviadas

Um pouco é distração, outro tanto incompetência e mau serviço dos aeroportos e companhias aéreas. No Brasil, mais de 7 mil passageiros perdem a bagagem anualmente em voos domésticos. O portal SeguroViagem.org (www.seguroviagem.org) lista medidas preventivas e o passo a passo do que fazer em casos de extravio ou violação.

Caso Varig

O piloto Marcelo Duarte Lins, que foi comandante de aviões da Varig e dirigente sindical na companhia, escreveu sobre a falência da empresa, a maior aérea já existente no País, e publicou o livro Caso Varig – a história da maior tragédia da aviação brasileira. O lançamento, em Porto Alegre, será dia 23, às 19h, na Livraria Cultura do Bourbon Country.

Nova vinícola

Depois, dizem que vinho que não dá dinheiro. O empresário argentino do setor do petróleo Alejandro Bulgheroni aplicou US$ 85 milhões na inauguração da vinícola Garzon, na região de Punta del Este, no Uruguai. Seu enólogo é o conhecido Alberto Antonini. Como milionário não joga dinheiro fora, Bulgheroni espera grandes resultados no mundo do vinho.

FREDY VIEIRA/JC

Painel Econômico
DANILO UCHA
Painel Econômico

Fonte : Jornal do Comércio

Compartilhe!