DANILO UCHA – A crise não assusta quem trabalha com chocolate

Indústria já começou a abastecer as lojas de chocolate para a Páscoa

Indústria já começou a abastecer as lojas de chocolate para a Páscoa

A indústria de chocolate já se movimenta para a Páscoa. A Caracol Chocolates colocou uma série de novidades em sua loja na Rua Coberta, em Gramado, como drágeas Vienenses e Gotas de Licor com 36% de cacau. A Nestlé prepara o envio às lojas de 20 opções, entre surpresas e ovos que já conquistaram o mercado. A Cacau Show, que encerrou 2015 com duas mil lojas no País, prevê crescimento de 18% nas vendas e já abriu seis mil vagas temporárias para o período de Páscoa. A empresa vai produzir 7,9 mil toneladas de chocolate e fazer 20 lançamentos para se juntar aos 50 produtos que já possui. A gaúcha Neugebauer, hoje do Grupo Vonpar, também preparou seu portfólio para atender a demanda por chocolates. Sobre preços, ninguém fala, mas eles, certamente, estarão mais altos do que em 2015. A Páscoa será dia 27 de março.

Independência

Com o ocorrido na última reunião do Conselho de Política Monetária sobre a Taxa Selic, o Banco Central do Brasil, que defendeu a manutenção da taxa, como queria o governo, mostrou que não é tão independente assim como quer fazer crer. O mercado está dizendo que seu presidente, Alexandre Tombini, baixou a cabeça e a presidente da República, Dilma Rousseff, sentou em sua cadeira. O governo resolveu pelo não aumento da taxa para poder criar novas condições de retomada das atividades econômicas.

Leite

Com quase 200 mil famílias atuando na produção de leite no Rio Grande do Sul, das quais 84.312 mil entregando para a indústria, a cadeia de produção é pulverizada, assim como os seus sistemas e realidades. Atualmente, do ponto de vista científico, características e demandas de cada região não estão sistematizadas e amplamente conhecidas no Estado, que é o segundo produtor nacional de leite. Por essa razão, o Instituto Gaúcho do Leite (IGL) inicia um processo de interiorização de sua câmara técnica ainda no primeiro semestre de 2016. O objetivo é estabelecer de seis a oito câmaras técnicas regionais formadas por produtores, indústrias, representantes da Emater, universidades, representações de municípios, entre outros, visando a uma interlocução mais direta com as realidades regionais do setor e para que abasteçam o IGL com projetos e demandas, apontando possíveis políticas setoriais.

É geral

Em 2015, foram devolvidos, pela segunda vez, por falta de fundos, 2,25% do total de cheques compensados em todo o País. É recorde histórico desde que a Serasa criou o indicador, em 1991. Também a inadimplência bate recorde. Cerca de 59 milhões de brasileiros começaram o ano na lista de inadimplentes, o maior número já registrado desde que o levantamento passou a ser feito pela Serasa Experian, em 2012. O total de dívidas chega a R$ 255 bilhões.

PIS/Cofins

A Justiça Federal de Porto Alegre deferiu liminar que impede a cobrança de contribuição ao PIS (Programa de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público) e Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) sobre as receitas financeiras obtidas por empresas que atuam na industrialização e comércio de produtos de primeira necessidade. Segundo o advogado Gustavo Masina, sócio do CMTL Advogados, responsável pela ação, a mudança feita viola a Constituição Federal, que exige lei, e não decreto, do Poder Executivo para estabelecer as alíquotas dos mencionados tributos. A briga promete ser longa e acabar nos tribunais superiores. Cálculos da Receita Federal estimam que a medida atingiu, de agosto a dezembro de 2015, cerca de 80 mil empresas e seria responsável por alavancar a arrecadação em R$ 2,7 bilhões.

Independência

Com o ocorrido na última reunião do Conselho de Política Monetária sobre a Taxa Selic, o Banco Central do Brasil, que defendeu a manutenção da juro, como queria o governo, mostrou que não é tão independente assim como quer fazer crer. O mercado está dizendo que seu presidente, Alexandre Tombini, baixou a cabeça, e a presidente da República, Dilma Rousseff, sentou em sua cadeira. O governo resolveu pelo não aumento da taxa para poder criar novas condições de retomada das atividades econômicas.

Cultura

As obras da terceira fase de recuperação do complexo arquitetônico da Estação da Cultura de Montenegro tiveram início essa semana. Com investimento de R$ 698 mil da Braskem, através da Lei de Incentivo à Cultura (LIC), e contrapartida da prefeitura de R$ 168 mil, o restaurante da antiga estação ferroviária será revitalizado e irá abrigar um espaço multiuso para realização de eventos.

Recorde

A MRV Engenharia, a maior incorporadora de imóveis do País, comemora o lançamento de 300 mil unidades habitacionais, um recorde. Já proporcionou moradia para mais de 1 milhão de pessoas que ganham entre 3 e 10 salários mínimos, espalhados em 133 municípios. "Até o final de 2016, um em cada 250 brasileiros estará morando num imóvel construído pela empresa", garante o presidente Eduardo Fisher.

Otimismo

O otimismo está sendo usado para tentar diminuir os efeitos negativos da crise sobre as pessoas. O diretor do Sindilojas Porto Alegre e proprietário da Empório das Sedas, Nelson Lidio Nunes, diz que "o otimismo impede que o clima ruim tome conta, que os vendedores se desmotivem e que os clientes sejam espantados pelo mau humor".

JONATHAN HECLER/JC

Painel Econômico
DANILO UCHA
Painel Econômico

Fonte : Jornal do comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *