COMUNICADO

O escritório Ricardo Alfonsin Advogados informa que, em observância às medidas oficiais para enfrentamento do Covid-19, estará atendendo de forma remota a partir de 20/03/2020.
Até que restabelecidas condições normais de trabalho ficamos à disposição de nossos clientes e parceiros através do e-mail falecom@alfonsin.com.br do nosso telefone (51) 33463855.
Desejamos que este difícil momento seja em breve superado.

Equipe Ricardo Alfonsin Advogados

Da lavoura à mesa: a rotina de prevenção contra o vírus

Um produtor, um trabalhador da indústria e uma consumidora contam medidas adotadas para evitar a disseminaçãoAbilio Denicol / Arquivo Pessoal

Em Carlos Barbosa, produtor Abílio Denicol e passaram almoçar “cada um na sua casa” e também usam tratores individuaisAbilio Denicol / Arquivo Pessoal

Em pleno período de safra, o produtor Abílio Denicol, de Carlos Barbosa, sabe que não pode parar. Precisa cuidar do plantel de 140 animais para garantir a entrega de leite na Cooperativa Santa Clara, da qual é associado. Ao mesmo tempo, cuida do milho grão e do silagem, usado na alimentação do gado. Ele e vizinhos adotaram, no entanto, rotina diferente para garantir a prevenção contra o coronavírus.

Cada família vai para sua casa fazer a refeição, não mais de forma conjunta. Recipientes de água deixaram de ser compartilhados. Na lavoura, respeita-se distância de mais de um metro entre uma pessoa e outra.  Cada um tem o próprio trator. Vendedores e pessoas estranhas não são mais recebidos na propriedade.

– Muitas vezes pegávamos ajuda de fora na colheita. Neste ano, não dá – reforça Denicol.

Se o trabalho não pode ser interrompido e as dúvidas surgirem, telefones e redes sociais servem como ferramentas de comunicação.

Rafael Grave / Lactalis,Divulgação
Rodrigo relata reorganização nas unidades da LactalisRafael Grave / Lactalis,Divulgação

Mudanças também foram e vêm sendo feitas nas indústrias do setor. Gerente de logística da Região Sul da Lactalis, Rodrigo Brune explica que houve ajustes. O primeiro deles foi mapear, em três grupos diferentes, conforme o risco, os funcionários. A partir daí, foi feita realocação. Alguns precisaram ficar em casa, outros adotaram o teletrabalho. Entre os que permaneceram também houve reorganização, de forma a não ter aglomeração nos ambientes fechados. Alguns estão usando máscaras e o álcool gel fica à disposição.Na área administrativa, é orientado o distanciamento.

Os que atuam na linha de produção têm procedimento diferenciado habitualmente: quando entram, fazem uso da roupa limpa, que fica na lavandeira quando retornam para casa ao final do turno. Também é medida a temperatura de motoristas e funcionários, quando chegam na unidade (em Teutônia).

– O trabalho é na prevenção. Para a gente fazer acontecer, dependemos das pessoas. Todo mundo tem de se cuidar –  acrescenta Brune.

Fernanda Hahn Pesenti / Arquivo pessoal
Fernanda passou a comprar orgânicos via telentregaFernanda Hahn Pesenti / Arquivo pessoal

As alterações na produção e processamento também estão no consumo. Em Porto Alegre, a servidora pública Fernanda Hahn Pesenti aderiu à telentrega de produtos orgânicos. Fazendo trabalho remoto, decidiu testar o novo canal de compra:

– Havia começado a pesquisar locais com esse tipo de serviço antes. Aí veio o coronavírus. Achei muito bom. Comprei na semana passada e comprarei de novo agora.

GISELE LOEBLEIN

Fonte: Zero Hora

Nenhum comentário

Envie seus comentários sobre o assunto acima.!

» Envie seu comentário sobre o assunto acima




Veja Também: