Custos de produção dos grãos aumentam no Triângulo Mineiro

Agricultores estão cautelosos com a rotação das culturas

Marcelo Lara | Iraí de Minas (MG)

Áureo Lantmann

Foto: Áureo Lantmann

Produtores mineiros comemoram os bons preços da soja

Na região do Triângulo Mineiro, as chuvas ainda não foram suficientes para iniciar o plantio sequeiro de grãos. Os produtores comemoram os bons preços, mas estão cautelosos com relação a custos de produção, que não param de aumentar.

A época ideal para o plantio sequeiro de milho é a primeira quinzena de outubro. No caso da soja, a semeadura pode esperar até o início de novembro.

Na região de Iraí de Minas, que abarca quatro municípios de pequeno porte, é fácil perceber como os bons preços da soja tornaram-se atrativos. A área de feijão, cultura tradicional no lugar, será reduzida em 40%. Isso representa 3 mil hectares a mais com soja para a próxima safra.

Nesta época do ano, os produtores mineiros estão com os insumos básicos comprados. A estratégia para fazer a gestão das compras na busca pelo menor custo-benefício vem mudando nos últimos anos.

O supervisor de mercado da cooperativa Copamil, Moisés Graffitti, pede cautela para os produtores, lembrando que ficou muito mais caro formar uma lavoura.

– Para trocar a atividade agrícola, hoje o produtor precisa de um capital de giro muito maior do que há uns anos, em razão do custo de produção que aumentou muito – avalia Graffitti.

CANAL RURAL

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *