Curtas – Uso de conciliação

De cada 100 processos julgados em 2016 (com sentença ou decisão terminativa), 12 foram resolvidos por meio de acordo entre as partes. A Justiça do Trabalho foi a que obteve melhor resultado com as conciliações. O número de conflitos encerrados após negociação corresponde a 26% de todas as ações julgadas no ano passado. O desempenho da política nacional da conciliação em 2016 está no relatório Justiça em Números 2017, lançado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O Tribunal Regional do Trabalho de Alagoas foi o melhor colocado, com índice de sucesso de 36%.

Economia de energia

O Poder Judiciário de Mato Grosso estima uma economia de R$ 230 mil por ano com desligamento automático de monitores de computador. A medida foi tomada pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação e visa baixar o consumo de eletricidade. Nesta semana, todos os 10 mil computadores no Estado foram configurados para desligamento automático depois de 10 minutos de inatividade. As medidas de redução de gastos fazem parte de um projeto de gestão matricial de recursos liderado pela Coordenadoria de Planejamento (Coplan). O valor esperado leva em consideração uma hora de inatividade (na hora do almoço ou durante uma reunião). Hoje, a Justiça do Mato Grosso gasta R$ 1,8 milhão por ano só com o uso dos monitores ligados 8 horas por dia.

Fonte : Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *