Curtas – Assédio sexual

O Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu abrir Processo Administrativo Disciplinar (PAD) e afastar das atividades o magistrado Glicério de Angiólis Silva, acusado de assédio sexual e moral nas comarcas de Miracema e Laje de Muriaé, interior do Rio de Janeiro. O caso já havia sido analisado e arquivado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) e foi trazido ao CNJ pelo Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro. De acordo com o processo, o magistrado era alvo de dez acusações, entre elas, falta de urbanidade com advogados e servidores, remoção irregular de servidores, além de assédio sexual contra duas estagiárias.

TJ-SP faz 145 anos

Fundado em 1874, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) completou, no domingo (dia 3), 145 anos de história. A Corte é responsável por cerca de 20 milhões de ações – 32,4% do total de processos em trâmite na Justiça Estadual no Brasil – e recebe aproximadamente 5,5 milhões de casos novos por ano. A primeira instância conta com 2,6 mil magistrados, enquanto o segundo grau é formado por 360 desembargadores. A força de trabalho do Judiciário paulista reúne um total de 68.676 servidores, terceirizados, estagiários e auxiliares.

Fonte : Valor

Compartilhe!