CRIMES NO CAMPO – Bandidos furtam equipamentos de irrigação em cinco fazendas de São Paulo

Os crimes foram cometidos em um período de dois meses. Produtores contam que a quadrilha é formada por cerca de 15 pessoas

Foto: Canal Rural

Bandidos invadiram a propriedade de Gerson Stein e furtaram os canos de alumínio usados na irrigação das plantações de tomate. O produtor de Sumaré, interior paulista, estima que o prejuízo chegue a R$ 25 mil.

A ação criminosa aconteceu durante a madrugada. “Eles desmontaram a linha, que tinha umas 80 barras, e levaram também 70 a 80 do estoque. Fiquei sem nenhuma, nem para repor”, relembra.

Stein não foi a única vítima. Nos últimos dois meses, a quadrilha invadiu pelo menos cinco sítios no município. Da fazenda onde o Leandro Gonçalves trabalha, os bandidos levaram cerca de 150 barras em cinco invasões diferentes, em apenas um mês. No último assalto, nem a contratação de um segurança inibiu os bandidos.

“Eles entraram pelas duas pontas da propriedade, encurralaram o segurança e disseram que se ele saísse de onde estava iriam matá-lo”, conta Gonçalves. Segundo o guarda, eram 15 criminosos e eles chegaram em dois caminhões.

Há três semanas, os produtores da região se reuniram e cobraram uma providência da Secretaria de Segurança Pública. O órgão disponibiliza uma ronda rural, formada por apenas uma viatura, que não tem sido suficiente para cobrir toda a área e intimidar os criminosos.

Como a plantação não pode esperar e precisa de irrigação, os agricultores recorreram a canos de PVC. “Tem durabilidade menor, mas não tem interesse comercial para eles”, explica Stein.

Gonçalves só deseja paz para seguir na atividade. “Que achem os responsáveis por isso, para que a gente consiga trabalhar e levar alimentos para todo mundo”, diz.

Por Antônio Pétrin, de Sumaré (SP)

Fonte : Canal Rural