Cresce a área plantada com transgênicos na safra atual

A área semeada com grãos geneticamente modificados (transgênicos) no Brasil alcançou 49,1 milhões de hectares na safra 2016/17 entre soja, milho e algodão, de acordo com o segundo levantamento da consultoria Céleres, divulgado na sexta-feira. A extensão corresponde a 93,4% da área total plantada com essas culturas no país e supera os 45,7 milhões de hectares com transgênicos no ciclo 2015/16.

A análise das tecnologias demonstra a liderança dos eventos com genes combinados (resistente a insetos e tolerante a herbicidas), que somarão 32 milhões de hectares, ou 65,1% do total semeado com tecnologia geneticamente modificada, permanecendo os números citados no levantamento anterior. "Essa tecnologia tenderá a ser, cada vez mais, dominante dentre as culturas atuais", diz a consultoria.

Conforme a Céleres, o número de tecnologias aprovadas com genes combinados chegou a 27 (46,5% do total), sendo uma para a cultura da soja, 22 para a cultura do milho e 12 para o algodoeiro.

No total, são 58 eventos aprovados para comercialização (oito resistentes a insetos, 19 tolerantes a herbicidas, 27 com genes combinados, um resistente a doenças, um para aumento de produtividade, um para aumento de rendimento industrial e um tolerante ao estresse hídrico).

Vale lembrar que em outubro, a CTNBio, pela primeira vez, aprovou para fins de importação (e não cultivo) três eventos de milho geneticamente modificado Tais eventos foram aprovados em caráter de exceção, para suprir a demanda do cereal neste ano.

Por De São Paulo

Fonte : Valor

Compartilhe!