CORREDOR SANITÁRIO TEM OPERAÇÃO PARCIAL

Atraso na conclusão do sistema fará com que passagem seja gradativa

Inaugurado oficialmente ontem, o corredor sanitário da BR 101, em Torres, para a passagem de produtos de origem animal do Rio Grande do Sul para Santa Catarina, entra em operação de forma gradual. O motivo é o atraso na conclusão do sistema informatizado com que será operado o terminal. Por enquanto, o processo é feito manualmente. A passagem de leite UHT já foi iniciada. ‘Do ponto de vista operacional, vai ser gradativa a permissão de passagem de um número maior de produtos e veículos, na medida em que a capacidade de o posto conseguir atender o que está sendo liberado’, afirmou o secretário de Agricultura de Santa Catarina, Airton Spies.

De acordo com ele, a conclusão do sistema eletrônico, a cargo da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), deve levar cerca de 30 dias. A outra alternativa, conforme o secretário, era adiar a inauguração até que o mecanismo estivesse concluído. ‘Na prática, a Cidasc vai liberando (as cargas) na medida em que o posto der conta, considerando o espaço do pátio’, acrescentou o secretário.

A expectativa é de que a abertura do corredor possibilite uma redução no tempo de transporte e dos custos de frete. O corredor irá permitir a passagem de todos os produtos derivados de animais, exceto miúdos e couro salgado. Não há previsão de quando poderá ser liberada a passagem de cargas vivas, como aves e pintos para engorde. Segundo o secretário estadual de Agricultura, Claudio Fioreze, 95% da demanda de passagem pelo corredor é formada por cargas industrializadas. ‘Do ponto de vista do impacto, isso é o que importa’, observou.

O presidente do Fundesa, Rogério Kerber, disse ser compreensível a precaução adotada no início das operações. ‘Querem ter um certo controle, para evitar tumulto na passagem, a permitir que haja um atendimento adequado na produção.’

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *