Cooxupé é a melhor empresa do agronegócio

Fonte:  Exame

Com 12 mil cooperados, a empresa de Guaxupé, em Minas Gerais, mostra como transformar grãos de café num negócio bilionário

Divulgação
Cooxupé
Lucro líquido da Cooxupé foi de 33,6 milhões de dólares em 2010

São Paulo – â€œÉ mais fácil trocar de religião do que de café”. A frase é de Georges Courteline, escritor francês nascido em 1858, e dá a medida do tamanho do desafio da Cooxupé, uma cooperativa de fazendeiros que plantam café, fundada em 1932.

A Cooxupé fica em Guaxupé – cidade com 50 mil habitantes nas montanhas do sul de Minas Gerais, e é a melhor empresa do agronegócio de Melhores e Maiores 2011.

O Brasil é o maior produtor global de café.  A Cooxupé é uma das empresas responsáveis por isso. Reúne profissionais do café  no sul de Minas Gerais, Alto do Parnaíba, no cerrado mineiro e no Vale do Rio Pardo, norte de São Paulo.

Atualmente, cerca de 90% do café produzido pela Cooxupé tem como destino os consumidores internacionais, direta ou indiretamente. Dentre as marcas consumidoras destes grãos  estão a Nestlé e seu braço Nespresso, a Starbucks e a Dunkin’ Dunuts, além da tradicional marca italiana Illy.

Em 2010, a cooperativa registrou um faturamento de 1,1 bilhão de dólares, montante 10% superior ao verificado em 2009, com lucro líquido de 33,6 milhões. Os bons números fizeram com que a Cooxupé fosse eleita a empresa do ano no segmento do agronegócio no prêmio Melhores e Maiores 2011.

Confira a seguir a entrevista com o presidente da Cooxupé, Carlos Alberto Paulino da Costa, de 72 anos. Ele falou à EXAME.com sobre sua experiência em transformar a intimidade com a terra em números cada vez maiores.

Leia a entrevista completa com o presidente da Cooxupé, Carlos Alberto Paulino da Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *