Convênios garantem R$ 10,7 milhões como suporte à agricultura familiar gaúcha

MARCOS NAGELSTEIN/JC

Maior parte dos recursos será destinada ao setor leiteiro

Maior parte dos recursos será destinada ao setor leiteiro

Atendendo a demandas da agricultura familiar, o governador Tarso Genro assinou ontem 158 convênios com 143 municípios. Os acordos, que beneficiam 19 regiões gaúchas, garantem investimentos de R$ 10,7 milhões, sendo a maior parte — R$ 8,15 milhões —  destinada à cadeia do leite. Os convênios são resultado das demandas votadas no processo de Participação Popular e Cidadã e Qualificação da Infraestrutura em Assentamentos, e também preveem R$ 861,4 mil para melhorar a infraestrutura de assentamentos de 11 cidades.
Segundo Tarso, o ato consolida as políticas públicas voltadas à agricultura familiar, ressaltando que a economia gaúcha no último ano tem índices bem superiores ao registrado pelo País. “O que interessa para nós é que se cresça de baixo para cima, distribuindo renda, com inclusão social, educacional, tecnológica, para que as famílias, as pessoas que estão na base da sociedade, vivam melhor.”
O secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Elton Scapini, destacou o processo de Participação Popular e Cidadã, que nos últimos três anos elegeu como prioridades uma série de reivindicações da pasta. Scapini explicou que a pasta tem sido mais demandada do que a área da Educação.
Scapini lembrou ainda das ações de revitalização da Emater e das medidas adotadas pelo Estado para o setor. “De cada quatro convênios assinados pelo Estado, um é realizado com a SDR, que tem ação nos 497 municípios.” Do total, somente o setor leiteiro garantiu 121 convênios e um total de R$ 8,15 milhões. As regiões com maior número de municípios beneficiados são: Norte (20), Produção (18), Médio Alto Uruguai (14), Celeiro (14) e Nordeste (13).
Os convênios integram programas ou políticas de governo como Agroindústria Familiar – Sabor Gaúcho (R$ 598,7 mil), Apoio à Fruticultura e Olericultura (R$ 139,5 mil), Desenvolvimento da Aquicultura e da Pesca (R$ 94,6 mil), Fortalecimento de Comunidades Indígenas e Quilombolas (R$ 2.859, Leite Gaúcho (R$ 8,15 milhões), Patrulha Agrícola (R$ 656,9 mil) e Regionalização do Abastecimento (R$ 212,6 mil). Onze municípios beneficiados pelo Programa de Infraestrutura Básica e Produtiva dos Assentamentos vão receber R$ 861,4 mil em investimentos: Santo Augusto, Salto do Jacuí, Eldorado do Sul, Garruchos, Gramado dos Loureiros, Pedras Altas, Santana do Livramento, Taquari, Charqueadas, Pinhal da Serra, Santo Antônio das Missões.

Fonte: Jornal do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *