Convênio é adiado e verba está parada

Fonte: Correio do Povo | SÁBADO, 30 DE JULHO DE 2011

Diferentemente do que previa o secretário da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, o governador Tarso Genro não assinou ontem o convênio que garante repasse federal de R$ 31,9 milhões nos próximos cinco anos para programas de sanidade no RS. Empenhada há dois meses pelo Ministério da Agricultura (Mapa), a primeira parcela de R$ 4,6 milhões segue à espera do governo, que deverá dar contrapartida de 20%. O atraso no cronograma do convênio, que deveria ter sido assinado durante interiorização em Livramento, deve-se à demora para obter inclusão do RS no Cadastro Único de Convênio, o que ocorreu apenas na quinta-feira. Ontem, o Mapa confirmou que as pendências com a União foram solucionadas. O sinal verde de última hora e a falta de autoridade do Mapa para assinar o documento obrigaram a revisão na data. A assinatura foi remarcada para a próxima semana. Segundo o superintendente do Mapa/RS, Francisco Signor, o atraso ameaça a utilização integral da verba, já que, caso o Estado não utilize todo o valor em 2011, o montante deve ser devolvido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *