Contra vetos à exportação de arroz

Preocupada com as crescentes barreiras tarifárias e fitossanitárias impostas contra o arroz brasileiro, a Câmara Setorial do Arroz decidiu ontem constituir grupo de trabalho que se ocupe diariamente dessas questões. De acordo com Daire Coutinho, vice-presidente de Mercado e Política Agrícola da Federarroz, os 15 membros serão indicados até sexta. ‘Chega de bombeiros para apagar incêndios. Agora teremos equipes cujo objetivo será encontrar solução rápida para as dificuldades decorrentes das barreiras’, disse. O desenvolvimento de ações diplomáticas junto às embaixadas brasileiras e o estabelecimento de um relacionamento mais próximo com o corpo técnico do Mapa estão entre os principais desafios traçados para o grupo. ‘A maior parte da dificuldade é originária de laudos fitossanitários expedidos no Exterior questionando sobre determinado fungo nas lavouras brasileiras e pedindo comprovação de que não está indo para aquele país. Precisamos de plano de ação e cooperação de todos.’ A previsão é que o Brasil exporte 1 milhão de toneladas de arroz em 2013.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *