Conselhos querem ditar cotações

Reunidas ontem em Curitiba, lideranças do setor de lácteos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul decidiram encaminhar ao Senado Federal pedido de mudança no projeto de lei da Câmara 080, que propõe a divulgação antecipada pelos laticínios do preço a ser pago ao produtor pelo litro do leite. Integrantes dos Conseleites dos três estados querem que o pagamento seja feito com base nos valores de referência divulgados pelos Conselhos paritários mensalmente e que consideram uma cotação de referência consolidada para o mês anterior e uma estimativa para o seguinte. Os conselhos também definem parâmetros de ágio e deságio em relação ao leite padrão. Participaram Sindilat, Fetag e Fecoagro.

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.