Congresso no Rio Grande do Sul discute o cooperativismo de crédito

Sistema tem quase seis milhões de associados no Brasil

Daniela Azeredo | Nova Petrópolis (RS)

Tadeu Vilani

Foto: Tadeu Vilani

Cooperativismo de crédito cresce em média 15% ao ano no país

Terminou nesta quinta, dia 23, em Nova Petrópolis, no Rio Grande do Sul, o 9º Congresso Brasileiro de Cooperativismo de Crédito. No encontro foi discutido o desenvolvimento do setor no país, que cresce em média 15% ao ano. Atualmente quase seis milhões de pessoas são associadas nas mais de 1,3 mil cooperativas de crédito do Brasil.
— O sistema cresceu mais no Sul, está crescendo no Sudeste, mas nós queremos também chegar ao Nordeste — afirma o presidente da Confederação Brasileira das Cooperativas de Crédito  (Confebras), Rui Schneider da Silva.
O Sicredi, uma das principais cooperativas de crédito no país, é pioneiro nesse sistema. Só em 2011 o volume de recursos concedido ao crédito rural chegou a R$ 6 bilhões. Para esta safra a expectativa é de um crescimento de mais de 20%.
— Na última safra a gente conseguiu aplicar um volume de R$ 4,2 bilhões em custeio agrícola e nessa safra nossa expectativa é que possa crescer para R$ 5,2 bilhões — comenta o superintendente de crédito do Sicredi, Paulo Pereira.
Ser um cooperativado traz muitos benefícios para o produtor. No caso da família Neumann, foi através do financiamento de uma cooperativa, com juros mais baixos, que foi possível comprar o primeiro trator da propriedade.
Joana e Gerson Neumann sentiam a necessidade de ampliar o negócio da família. Eles decidiram ser sócios de uma cooperativa e hoje, graças aos financiamentos, conseguem manter toda a produção de leite, que chega a 900 litros por dia.
— A hora que todos os brasileiros souberem das vantagens do cooperativismo eu tenho certeza ele terá um crescimento a níveis europeus — diz o presidente da Confebras.

CANAL RURAL

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *