Conab revisa safra gaúcha de trigo

Fonte:  Correio do Povo

Semeadura em condições favoráveis, temperaturas baixas e perspectiva de uma primavera não muito chuvosa provocaram a revisão dos números relativos ao trigo no Rio Grande do Sul. O 10 Levantamento de Safra 2010/2011, divulgado ontem pela Conab, prevê o cultivo de 850 mil hectares, o que representa o incremento de 1,12% na área em relação à pesquisa do mês passado. O relatório traz evolução de 2% na produtividade da cultura, para 2.450 quilos por hectares, e de 3,2% na sua produção, que pode chegar a 2,08 milhões de toneladas. No restante, o levantamento, entre 20 e 24 de junho, não contém modificações. Com isso, a safra gaúcha deve chegar a 28,65 milhões de toneladas, prevê Ernesto Irgang, da Conab/RS. Para o país, a projeção é de recorde de 162 milhões de toneladas.
Mesmo com o atraso no plantio de regiões onde choveu muito em junho, a Farsul acredita que será possível chegar à área de 900 mil hectares. Os triticultores aguardam a consolidação do cultivo para ter uma dimensão real do tamanho da safra e negociar instrumentos de apoio à comercialização, o que acontecerá na reunião da Câmara das Culturas de Inverno, na Expointer. Neste momento, os poucos negócios estão ocorrendo com preço em torno de R$ 24,00 a saca, abaixo do mínimo de R$ 28,33 (trigo pão Tipo 1). Segundo o presidente da Comissão de Grãos da Farsul, Hamilton Jardim, o estoque dos moinhos e as importações da Argentina, que devem prosseguir até a entrada da safra gaúcha, em novembro, mantêm as cotações em baixa. Hoje, os triticultores têm 120 mil toneladas das duas últimas safras paradas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *